terça-feira, 21 de julho de 2009

Complicometro

Um dia:

Um dia voltarei a ser solteira.

Regressarei ao meu T0
Terei uma cama de casal só para mim
Não voltarei a cozinhar diariamente
Não terei de pronunciar uma única palavra antes de enfrentar a luz do dia

Sairei a cantarolar estrada a fora
Voltarei a reparar no condutor do carro do lado
Regressarei ao ginásio
Perder-me-ei nas compras sem dar cavaco a ninguém

Estarei em silencio as horas que quiser
Sentirei saudades da tua companhia
Possivelmente remorsos da atitude que tomei

Mas serei livre.

4 comentários:

  1. Olá!!

    Passei por aqui, leio este texto e identifico-me... Será de ter 32 anos? De ser Serpente? De ser Caranguejo? Nah... acho que andam aí nuvens muito escuras!!
    Estás bem melhor que eu porque pelo menos já consegues identificar por A mais B o que está mal e o que queres mudar... Agora é só preciso Coragem para mudar!!

    Filipinha

    ResponderEliminar
  2. Olá Filipinha!
    Obrigada pela tua visita e pelo teu comentário!

    Pois identificar os problemas é apenas a primeira fase de tudo o resto...e o "resto" é o mais dificil.

    Terminar uma relação aos 32 não é a mesma coisa que ao 23. Hà muito backround envolvido, apesar de todos sabermos que o que deveria pesar mais é a nossa felicidade...Mas nem sempre é assim.

    Falta-me muita coragem. Tenho duvidas, porque como qualquer caranguejo ando apegada a memorias muito doces... e sempre que abro a boca penso: e se me arrependo?

    Já vou ao teu blog dar uma vasculhadela!
    :)

    ResponderEliminar
  3. Pois... as memórias, o medo de falar... é sempre a mesma história!! Mas eu acho que 2009 não foi o ano do Amor. Anda tudo às avessas!

    ResponderEliminar
  4. Concordo contigo...não percebo nada disso mas acho que deve estar a haver uma conjuntura astral adversa aos garndes amores!

    Uma rota de colisão entre marte e venus ou assim qualquer coisa dramática!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!