sexta-feira, 17 de julho de 2009

Efeito Terapeutico de Praguejar

Para quem tem duvidas...pois que as libere. Não há nada mais terapêutico para o stress do que uma enxurrada, sequencial e completa de palavrões fortes e ditos com entoação grave e compasso marcado.

No transito, experimente...com o vidro fechado por causa dos activistas e da poluição sonora.
Mas onde se verificam grandes efeitos calmantes, são nas situações de stress laboral.
Depois de uma reunião com um idiota sem mérito, sem conhecimento e sobretudo sem um pingo de competência, experimente ir ao WC e dizer com convicção, primeiro de forma mais brusca e depois progressivamente mais lento: Fo**-**, Car****, Ca**~* de Me***, Filho de uma granda p***.... feche os olhos, respire fundo e sinta toda essa raiva frustrada, acumulada e sem direcção se evaporou no processo libertação de tais vocabulos.

Estou convicta de que os palavrões foram inventados na idade da pedra com fim terapêutico e terá sido a igreja a condenar o seu uso!

1 comentário:

  1. Quase tão eficaz como meditar, mas sem necessidade de tempo de descontracção e sem exercícios de respiração. É a tipica solução, Penso rapido!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!