segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Fim

Estou bronzeada de meter nojo e loira de sol e sal de fazer inveja a muita "bifa"...
Tenho uns quilinhos a mais, de tanta bola de Berlim com creme, mojitos, tabuas de queijo, cataplanas, tarte de alfarroba...

Ahhhhhhhhhhhhh que saudades fo frenesim gastronomico, vivido debaixo do sol torrido e do maravilhoso mar saaaaaaaaaaaalgado!

Volta Agosto...estás perdoado!

O regresso


Ao avistar a ponte, a bolha de desespero e angustia que havia adormecido no estômago nos últimos dias, começou a fazer-se sentir.
Ao dobrar a esquina da minha rua, já sentia dificuldade em respirar.

Ao rodar a chave na fechadura, a minha garganta fechou-se e senti o coração latejar na garganta.
À noite deitei-me na cama e senti-me asfixiar.

Tentei não sonhar com todas a ideias e ideais românticos que me habitam o espírito para que a desilusão matinal não me assassinasse a alma.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

3, 2, 1....lálálálá




Finalmente chegou a hora do descanso da guerreira!
É hoje o fatídico dia em que baixo os braços (ainda faltam umas longas5 horas!) e liberto a mente de todos os problemas, probleminhas e problemões deste inferno que é trabalhar!

Amanha por esta hora, estarei de papo para o ar a apanhar um grande bronze e a refrescar-me nas ondas calientes de mar cheio de oportunidades a sonhar com um futuro cheio de possibilidades!
Até Setembro! Ou não...depende do JACKPOT de hoje!

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Basta de mentiras


Mais uma mentira....

As lições que se repetem


Para a posteridade, e porque raras vezes falho mas nunca o consigo provar, pois guardo para mim os meus instintos.

Mas agora, alguém me explica, esta certeza acerca do carácter ou intenções de outrem à vista desarmada?

Tenho este dom...já é a quarta vez que o ignoro...de facto o universo deve achar que sou um pouco loira. É necessário enviar 4 vezes o mesmo tipo de "mulher/amiga" para eu começar a ouvir o meu coração?!


Sinceramente! Nem parece coisa minha!

Então cá vai.

quase 4 anos atrás por intermédio de uma aventura de verão, conheci uma nova amiga. Vamos chamar-lhe, CAS (cabra com ar de sarilho).


Certo dia de praia, enquanto vivia um tórrido affair de verão, estava deitadinha na minha toalha, ouço: esta é a minha amiga CAS. Olho, e vejo uma cabra deslumbrante. Linda de morrer. Conversamos e apesar de ter um pulga atrás da orelha decidi ignorar, porque ela era "porreira".

No entanto um comentário ainda hoje me bate no cérebro: "és a primeira "amiga" do"affair" que é simpática para mim, todas as outras acham que eu lhes vou roubar a conquista"

Sabe-se lá porquê... ou será do jeito sedutor com que fala, da confiança que transpira ou do facto de se saber objecto de desejo...uhmm difícil....

Dai nasceu uma "amizade"...olhando agora talvez mais para mim do que para ela.

Findo esse affair de verão, certo dia diz-me: "tenho mesmo que te apresentar a um amigo meu. acho que fariam um par bestial (por esta altura ela estava com o seu namorado de longa data - com uns aperitivos pelo meio-).

Ora e assim foi. Apresentou, fez força para juntar e aquilo "pegou"....pegou tão bem, que ela se sentiu defraudada sem a habitual atenção do seu admirador platónico.

Quando terminamos a relação ao final de um ano, porque ele tinha duvidas, e enquanto todos me diziam, vais ver que ele vai perceber que te ama e volta rapidamente, ela fria como a cabra que é disse directamente: isso estava condenado. Era só para dar umas voltas e antes agora do que depois. (concluo que por saber que tinha tido um affair me apresentou com intenção de ser a ocupação temporária do seu amigo, com direito a benefícios sexuais).

Ora a partir daí, ela morreu para mim.

Cerca de um mês mais tarde (tão preocupada que ela estava comigo) liga-me para "saber " de mim, ao que lhe respondo que estava tudo maravilhoso, que havia recebido uma declaração de amor com direito a fim de semana prolongado de lua de mel e ainda tinha sido apresentada à família toda, como a "namorada". Ela ficou-se muda e respondeu: ah...fico contente...olha depois falamos".

Na verdade a menina nunca aceitou ser subsituida e apesar de não querer o namorado para nada sentia falta da atenção e veneração platónica. Há duas semanas para cá separou-se (uma vez mais) do seu namorado e agora, almoça dia sim dia sim com o meu marido, liga diariamente, e ontem, depois de ele vir da sua habitual corrida, com imensas justificações, não solicitadas (não me contive e vi o telemóvel....execrável mas verdade) vi que já existem chamadas à escondidas e sms de ocasião...
Não são ciumes, é facto. O que me incomoda é que o universo continua a enviar-me esta msg e não consigo perceber porquê...

A margem para o fim


Ontem percebi que existe já uma terceira pessoa entre nós.
A tua "amiga" que na verdade nunca o foi...mas isso são mais 500.
Dar-te-ei corda, just to see how far you'll go ... é uma abordagem cobarde...eu sei.

A dificil arte de AMAR


Aqui estou eu, mais uma fez, com a cabeça cheia de sonhos e o coração cheio de angustia.
A cabeça divaga entre as obras de reconstrução de uma nova casa (para solteira) e uma viagem no expresso do oriente de Paris a Veneza ou talvez terminando em Ancara.
O coração cheio de tristezas, frustrações de planos falhados e projectos inadaptados á minha vida , mas que por um motivo ou outro achei certos e chamei até mim.
Agora vivo diariamente o desgosto de ter chamado a mim sonhos que não eram meus…eram dos outros…e houve uma altura que eu quis ser como os outros, apenas para não ser diferente. Com os anos, aprendi que ser diferente não é mau, desde que sejamos fieis à nossa natureza. Com o passar dos anos conheci-me e fui-me aceitando tal e qual sou.
Sou independente e já não sei depender, por muito que, por vezes seja exaustivo não poder contar com mais ninguém, apenas nós próprios e a nossa força, quando pensamos já a ter esgotado.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Sabe a LIBERDADE



UM dia Fico zilionária! HOJE É O DIA!


Ora mais uma sexta feira, mais um bilhetinho com destino ao paraíso mais desejado!

É dia Euromilhões e como sempre, não me deixo abater!

Vou já comprar a minha senha para ser Ex€entrica!

Desta vez e caso ganhe, poderei eventualmente, mão não provavelmente, ser encontrada a bordo do expresso do Oriente... com um frasco de Chanel e uma maquina fotografica em punho.

All by my self come se pretende!

Good luck, and may the force (euroforce) be with me!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sonhar acordada


Dou por mim, perdida em sonhos e divagações. Deveria estar a trabalhar, mas confesso que não estou. mantenho o ar sóbrio em frente ao ecrã mas na verdade, já sonho em fazer a mala e embarcar num comboio qualquer. Correr o circuito romântico da Europa, a rota do Expresso do Oriente. Eu, a minha mala e a maquina fotográfica...sem mais apêndices ou companhias...
Neste momento a viagem às Maldivas parece-me muito pouco...
Neste momento até NY brilha com menos intensidade no meu consciente.
Preciso tanto de tempo meu, só para mim, que ao ver o filme http://www.chaneln5.com/en-us#/the-film , me perdi de amores por esta ideia.

I'm in LOVE with a Dream

Deste blog, onde saem na sua grande maioria, agudezas violentas, desabafos desorientados e tristezas lamechas, vou agora lançar a apologia ao auto-conhecimento!

De tudo o que já percebi não desejar para a minha vida, nunca até agora me surgiu tão claro a sua antítese... O que eu quero. O conceito por detrás do novo filme do perfume Chanel Nº5 é sem SOMBRA DE DUVIDA, o que mais se aproxima de tudo aquilo que eu sempre sonhei, mas não me recordava!

Viagens, paisagens, outros sons, sabores e coloridos locais, aromas, independência, beleza, e algo que não se vê mas se sente, mais forte que todos nós, e que não obrigada afinal a grandes trocas de palavras...o AMOR.

Tendo visto o filme mais de 5 vezes só esta manhã, percebo que não quero ir de férias acompanhada para o Algarve e todos os meus sonhos de fazer a mala e mudar-me, durante uns anos, para um sitio a determinar na vastidão resto do mundo, vieram ao de cima e de súbito sinto-me roubada por mim mesma dos sonhos que tive e que deliberadamente esqueci em nome de um suposto amor...que afinal não é...

Oscar de melhor arrepio 2009

http://www.chaneln5.com/en-us#/the-film

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Acerca da paciência em Agosto


Não há nada que mais me irrite do que profissionais andarem a brincar aos índios e aos cowboys!


O "Não porque Não" é um exemplo clássico!


-Isto é viável?

-Não!

-Porque? Como justifica?

-Não...porque não...pode aguardar uns instante?

-Certamente.

-Pois...estive a rectificar uns campos...mas a reposta continua a ser Não.

-Ok. Mas com base em quê?

-Em critérios.

-Quais?

-Critérios de analise.

-Certo. Mas identifique-mos por favor.

-Bom, são critérios mais complexos do que está a querer fazer parecer(?!?!?!?!?! what the fuck!?), mas a resposta é Não.

-...ok obrigada. Coloque por escrito pode ser?

-...o quê!?

-A vossa decisão.

-Mas vou apenas dizer que NãO!

-OOOOOKKKKKAAAAAYYYY!!!


UFFF

Não andei a correr feito índio mas parecia...

Confesso que em contagem decrescente para ir de férias falta-me a "sustança" para me debater até a menina ficar confusa e dizer que sim, para depois me ligar uns minutos depois a dizer que tinha havido um lapso (cerebral está claro!)...e por isso...I let her down easy...


Estou cansada de trabalhar na Negolandia!




terça-feira, 4 de agosto de 2009

Regresso a casa


A minha cabeça está a mil km/h...

Não paro de pensar que perdi o meu porto seguro...o meu abrigo.

Perder a minha casa de solteira foi um golpe duro, mas não tive muita escolha. Teve de ser.
Isto torna a minha permanência na casa de "Casada", mais "definitiva", mais "cimentada". Não me sinto confortável com essa ideia, pois desde o primeiro dia que entrei como "casada" em casa, nunca o senti como definitivo, sempre como transitório...

Resta-me perceber, se o senti assim porque,tenho tendência para fazê-lo quando não aceito a realidade (faço o mesmo com o trabalho...o problema é que o transitório pode atingir, 3 anos), ou porque de facto há algo dentro de mim que tem acesso a informação extra sensorial e sabe à partida que dada situação é transitória, apenas mais uma fase ou etapa.

Quanto à casa, a única alternativa que tenho, é pegar numas ruínas de família e recuperar...mas ideia de que sair do dia para a noite, do pé para a mão como se costuma dizer, já não é uma realidade...já não tenho a facilidade de fazer as malas e ir dormir " a casa"...só esta ideia reconfortava-me tanto....a ideia de regresso a casa.
Ao fim ao cabo, sinto-me como se tivesse emigrado para outro pais, mas já com data de embarque marcada e bilhete de regresso na mão...
Como eu gostava de fechar os olhos, acordar amanhã e nada disto ser verdade. Não haver qualquer tipo de decisão para tomar.

Urgencias? Só no hospital


A urgência e a precipitação nos negócios, como na vida ,é suicídio assistido.

Deveria ser lei numero um, do código de conduta no trabalho, induzido subliminarmente, previamente à entrada no mundo laboral....mas não o é, e ainda há desconhecimento deste principio, e para estes casos concordo com o nosso código civil, que reitera que, o desconhecimento da lei não iliba o não cumprimento da mesma.

Essa é que é essa!

A pressa, não é somente inimiga da perfeição, como se traduz numa sede sôfrega e afugenta qualquer cliente.

Consultor que é consultor deveria ter isto gravado a ferro e fogo, na testa!






segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Pensamento do dia de segunda feira


Como eu gostava que um "adivinhador de futuro", à séria, comprovado mesmo, chegasse até mim e me respondesse a essa pergunta que há 32 anos me atormenta: "nasci para quê?".

Eu sempre achei que devo ter nascido por algum motivo de força maior, com algum intuito pelo menos....a minha vida não pode ser só isto? E se é, de certeza que estou a fazer alguma coisa de errado!

Há alguém capaz de me dizer: vieste cá fazer X, porque Y e se fizeres Z terás o que procuras...que é XPTO!??! (sim, tudo bem explicadinho, porque nem isso eu ainda fui capaz de determinar)...talvez tenha vindo para aceitar que há destinos pura e simplesmente sem grande conteúdo ou lógica racional...

Há momentos em que me sento e penso: "agora a sério!...foi para isto que cá vim?!...Não, a sério...pessoal ai de cima...não tem graça....a sério?"

Aos longo de 32 anos, passei de totalmente céptica até aos17/18 anos, a crente em algo maior até aos 26/27 . Já tive fé a sério acerca da condução do meu destino....daquela fé inabalável, em que fechava os olhos e pensava, tudo se resolve, não há coincidencias e tudo tinha que acontecer assim. Agora parece-me que alguém apagou as luzes e não sei para onde vou, mas também já não confio cegamente na certeza de que tudo correrá como tem de correr.

Eu sei que devo ter um propósito...apenas não me consigo lembrar qual...às vezes quando acabo de acordar tenho a certeza que sabia o que era naquele instante....está mesmo debaixo da língua, ou atrás da retina ou num sitio recôndito qualquer...mas depois...pufff...

Os culpados do costume


Esta malta, com a história da Crise (essa que aparentemente ganhou contornos mundiais, mas que por cá, sempre existiu...pelo menos há 32 anos que este cantinho à beira mar plantado vive sob a sombra fatalista da crise...uuuuuuuuuuuuuuuh), não vai de férias e quem se lixa...sou eu!

Vêm para aqui chatear uma pessoa...uma pessoa entra em stress...stress gera carências emocionais e psicológicas, as carências pedem açúcar e ZÁS! Lá estou eu a engolir mais um mil-folhas!

Um dia farei uma dissertação acerca desse maravilhoso bolo que é o mil-folhas, e a forma como consegue combinar 3 elementos essenciais em qualquer bolo de categoria: creme da bola de Berlim, açúcar à fartazana e massa folhada(...perdão, tenho que dar mais uma trinca!)...para já resta-me dizer que assim, não há salada que resista!!! Mau Maria!

VÃO DE FÉRIAS!!!

Quem se lixa sou eu que cada vez que me levanto da toalha até à agua tenho que duplicar o esforço para tentar parecer que continuo a ser um 36! QUE SECA DE GENTE! Isto cansa!!!

Monday, bloody Monday


Deveria de haver uma prémio para quem consegue, semana após semana, não acertar um único numero no Euromilhoes. Porque estatisticamente deve ser muito complicado!!! As probabilidades devem ser idênticas às de se acertar nos numero todos!
E ainda um prémio por persistência!


Segunda feira...ugh...cá estou eu, a nadar em papel!


Acabo de ser informada de que a minha casa de solteira irá estar ocupada a partir do final de Agosto...adormeci a chorar, e acordei com vontade de fugir...

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!