segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Pensamento do dia de segunda feira


Como eu gostava que um "adivinhador de futuro", à séria, comprovado mesmo, chegasse até mim e me respondesse a essa pergunta que há 32 anos me atormenta: "nasci para quê?".

Eu sempre achei que devo ter nascido por algum motivo de força maior, com algum intuito pelo menos....a minha vida não pode ser só isto? E se é, de certeza que estou a fazer alguma coisa de errado!

Há alguém capaz de me dizer: vieste cá fazer X, porque Y e se fizeres Z terás o que procuras...que é XPTO!??! (sim, tudo bem explicadinho, porque nem isso eu ainda fui capaz de determinar)...talvez tenha vindo para aceitar que há destinos pura e simplesmente sem grande conteúdo ou lógica racional...

Há momentos em que me sento e penso: "agora a sério!...foi para isto que cá vim?!...Não, a sério...pessoal ai de cima...não tem graça....a sério?"

Aos longo de 32 anos, passei de totalmente céptica até aos17/18 anos, a crente em algo maior até aos 26/27 . Já tive fé a sério acerca da condução do meu destino....daquela fé inabalável, em que fechava os olhos e pensava, tudo se resolve, não há coincidencias e tudo tinha que acontecer assim. Agora parece-me que alguém apagou as luzes e não sei para onde vou, mas também já não confio cegamente na certeza de que tudo correrá como tem de correr.

Eu sei que devo ter um propósito...apenas não me consigo lembrar qual...às vezes quando acabo de acordar tenho a certeza que sabia o que era naquele instante....está mesmo debaixo da língua, ou atrás da retina ou num sitio recôndito qualquer...mas depois...pufff...

2 comentários:

  1. Essa é a pergunta de um milhão de euros que todos nós fazemos durante toda a vida, minha linda...

    ResponderEliminar
  2. ...portanto, também não em podes ajudar?!...
    ....Damn... e conheces um bom bruxo!? :D

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!