sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Last call for NY

Sim...faltam horas...

O trabalho está concluido...now ...let the fun begin!

Start spreding the news....
I'm leaving tomorrow....lalalalalallalalalallala

Good Moooorning New York!!!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Simplesmente contagiante

http://blackeyedpeas.dipdive.com/#/~/videoplayer/0/undefined/76361/~/

It's the final countdown!



Reserva de hotel.....check!

New York....I can smell it!

I feel so.....



A dor, está na diferença...

Ontem vi um filme...aliás vi vários...todos eles deixaram muito a desejar...à excepção de um sobre o qual não recaíam quaisquer expecativas... PS- I love you..."mais uma comedia romantica, cor de rosa" pensei eu... e no final da tarde e da maratona cinematografica, foi eleito , talvez por tocar a minha realidade, o filme do dia.

Uma história simples, acerca de um casal jovem em que ele morre.

Há uma parte em que a filha, recem viuva, se vai lamentar à mãe e esta diz que compreende porque o marido também a havia abandonado...

Bem sei, que nenhum dos argumentistas alguma vez irá ler este blog, mas para todos os outros que viram o filme e nem pensaram duas vezes acerca daquela cena, gostaria de corrigir um pormenor...

Perder alguém definitivamente e para sempre não é sequer comparavel a um abandono consciente ou a um termino de uma relação. Não é.

Quando terminamos, uma relação, um namoro, um casamento, porque não resultou ou porque uma das partes assim o quis, por mais magoa que possa haver, a recuperação é rapida, muitas vezes cimentada por essa propria magoa ou ressentimento. Recordamos os piores momentos e construimos em cima deles a força para continuar.

Pode demorar, semanas, meses, mas a vida continua. Inconscientemente aquela pessoa ainda habita o nosso universo, ainda que nunca mais lhe ponhamos a vista em cima.

Quando a morte nos rouba alguem prematuramente...isso coloca a dor e o desespero numa liga inteiramente à parte de um desgosto de amor.

...As primeiras semanas...o nosso cerebro nem processa o facto. E todas as manhãs, todas sem excepção, quando abrimos os olhos e por milesimos de segundos, o primeiro pensamento é " meus deus que sonho horrivel...." e logo de seguida, quase em simultaneo, a realidade atinge-nos como um soco no estomago e aquela vaga de desespero cai-nos em cima sem dó nem piedade. Tira-nos o folego...logo ao acordar. E por isso há tanta gente que prefere não voltar a acordar na manha seguinte.

O prior são todos os momentos em que o telefone toca e por um apice, somos invadidos por aquela esperança de ser aquela pessoa...até que pensamos "estou louca"...
E é verdade...o reino da loucura entrelaça-se com o da sanidade na mesma realidade...e por vezes passamos para o lado de lá...

E todas as vezes que vamos na rua e no meio da multidão "encontramos" um rosto igual e ...zás outro soco no estomago...um soco de desespero, de saudade, de alegria e em seguida tristeza infindavel ao constatar a impossibilidade daquele evento.

Passam-se meses em que o cheiro dessa pessoa nos surpreende nos locais mais inesperados. Meses em que a impotencia e a simples consciencia de que nunca mais na vida iremos encontrar aquela pessoa....admitir que aquele ser, que nos era tão especial...simplesmente não caminha qualquer estrada neste planeta...
Isso sim, é uma dor lancinante, infindavel, acompanhada pelo desespero da impotencia e por uma restea de esperança cruel de que talvez..."amanhã"...ao acordar a vida volte ao normal e tudo não tenha passado de um pesadelo terrivel.

Portanto, perder alguem não é remotamente parecido com um desgosto amoroso....remotamente...


Le Roi est mort...vive Gerard Butler

Durante mais de 10 anos, George Clooney ocupou a posição numero um do podio do meu imaginario.
Este fim de semana foi destronado...fair and square...


Este fim de semana, o rei foi destronado num apice...bastou-me uma hora e picos na presença deste Sr...
O seu sorriso "boy next door", o seu ar "anti-vedeta" e sobretudo a sua charmosa, incontornavel e inesquecivel pronuncia escocesa closed the deal.
SOLD!




Sim, o delicioso GERARD BUTLER foi coroado ontem pelas 20h, Sr do meu imaginario,ultrapassando de forma quase violenta todos os outros bad boys de Holywood que estavam na fila...

Parabéns Gerard! És o numero um, de uma perfeita desconhecida ,cujos mandatos duram bem mais que 4 anos!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Empregos à moda antiga

Hoje foi um dia Remember...
Relembrei colegas,amizades, camaradagens, piadolas, momentos caricatos pelos quais nutro um carinho avassalador....

Que saudades de outros tempos, outras gentes e outro ambiente de trabalho, tão informal quanto familiar, tão stressante quanto compensador, tão cheio de amizade de carinho...

Hoje fiquei nostalgica ao sabor de um cozido à portuguesa que costumava ser praxe da sexta feira.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O civismo é como o pai natal...ouve-se falar mas nunca ninguem viu


Vizinhos, eis a uma das grandes pragas dos nossos tempos. O conceito de vizinhos e falta de civismo e respeito andam quase sempre de mãos dadas.

Fico sempre surpreendida e muitas vezes sem palavras, ao perceber a falta de respeito e interesse que as pessoas manifestam pelos direitos dos outros.

Uma vizinha que quando alertada para o facto de não poder fazer obras ao sábado sob pena de intervenção policial, responde com uma candura assustadora: mas os meus vizinhos da frente também andam em obras e eu não me aborreço nem digo nada.

Ora ainda bem para ela. É sinal que não trabalha e não precisa do fim de semana para descansar.

Também me caiu que nem um soco no estômago ouvir: pois, tenho de fazer obras ao sábado porque preciso delas concluídas até ao fim do mês.

Notam alguma tónica predominante!?

Eu, Eu, Eu, Eu!!!!

Meu deus! As pessoas não entendem que moram em sociedade!? O bem estar dos outros depende de todos nós! A liberdade de uns ctermina onde começa a dos outros!

Eu tenho a minha decisão tomada...está avisada... e eu tenho o numero da policia pronto para sábado de manhã.

E já agora 500€ de coima, é muito pouco a pagar por perturbar a paz alheia!

PS: e em resposta ao idiota que num forum perguntou se não teria o direito  de ter uma noite de barulho, já que esteve 7 anos em silencio.
...NÃO! Não tem seu cretino! A sua diversão não vale mais que a paz alheia...idiota...

A lei deveria prever coimas para a falta de bom senso.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Hoje devia ter ficado em casa


Hoje deveria ter ficado em casa, no conforto das minhas coisas, da minha cama, dos meus livros da minha chavena de chocolate quente... if only I could..

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Hoje apetecia-me


Hoje seria um optimo dia para ficar em casa e tratar do cantinho artistico. Pintar quadros e plantar flores...enquanto la fora chove e faz frio....e pior...é segunda feira.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

DreamLand


Agora recolho-me por breves instantes e penso em comer um bagel enquanto passeio in Central Park...

Friend or Fake


Estive numa despedida de solteira....

Como estava a dar futebol os elementos masculinos (era um jantar misto) alertaram que chegariam uma hora atrasados...e eu pergunto-me: se o jantar fosse para festejar a minha felicidade, o que fazer a tamanha falta de consideração! Pode chamar-se "amigos" a quem não perde um jogo do Benfica por uma despedida de solteiro de uma amigo?!

Olhei em redor e fiz uma analise que me deixou pensativa: Tenho sérias duvidas quanto a veracidade da amizade dos restantes convidados .... das poucas pessoas que finalmente se dignaram a aparecer.

Todos colegas de trabalho... houve apenas um misero brinde à felicidade da noiva.

Havia o casal "entertainer" sempre na piadolas e muito mesmo muito centrados na dinamica entre eles enquanto casal.
Um casal low profile que quase não se dava por eles.
O chefe e a respectiva, que dentro daquele cenrario me pareceram os mais normais.
A colega invejosa que comia com os olhos a noiva e não perdeu uma unica oportunidade de humilhar ou rebaixar a suposta "amiga"...sempre em tom jocoso
E o habitual "lugar comum".... a amiga divorciada que foi exibir-se a si e às suas vestes "vaporosas" e manifestar toda a sua capacidade de auto enaltecimento.

No final da noite fui ara casa com pena da minha amiga...ninguem estava lá pela felicidade dela. Uns estavam por obrigação e outros para estarem "à vista".


Amizade verdadeira...estará em vias de extinção?

About shitty mornings

Há coisas que nos conseguem estragar o dia logo à partida!
Um banho de gasolina pela manha é uma delas. Mesmo sendo o dia em questão, sexta feira, o meu dia predilecto!

Na minha cabeça repete-se uma frase para me ajudar a ultrapassar a crapy morning que estou a ter:
"thank God it's FRIDAY"....

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Frase do dia

"Despede-se de ser solteiro, quem tem pena de se casar"

HR

Das despedidas de solteira...

When you try your best, and you don't succeed...You get what you want but not you need...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Get your Priorities Straight!

O que se passa nesta sociedade?!?!?!

Já ninguem tem direito ao fim de semana!? O que está acontecer aos nossos valores e prioridades?
A frase que começa a ser ritual de segunda feira é: tentei contactá-la no fim de semana!

Sim e depois?! Eu não tenho direito a descansar? Eu não tenho familia e amigos? Desde quando é que o trabalho e o dinheiro passaram a ser mais importantes que as pessoas!?

O que aconteceu à semana dos 5 dias?
Trabalha ao fim de semana quem descansa à semana! Se eu trabalho de segunda à sexta porque é que alguém tem duvidas se trabalho ao fim de semana!?


Por favor! E o que é eu posso resolver ao sabado ou ao domingo que não posso resolver na segunda feira?!?!?!

Tenho vontade de começar a chacinar, todos os idiotas que me falam em tom de critica, por ter o tlm desligado ao fim de semana! Eu sou humana! Preciso de descansar e não tenho isenção total de horario, nem flexibilidade. Se trabalho de segunda a sexta das 10h às 19h , não trabalho ao fim de semana: E, NÃO! não posso ter o tlm ligado proque isso é ESTAR A TRABALHAR!
Falar de trabalho transporta-me de imediato ao escritorio!

GET A LIFE!

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!