quarta-feira, 11 de novembro de 2009

O civismo é como o pai natal...ouve-se falar mas nunca ninguem viu


Vizinhos, eis a uma das grandes pragas dos nossos tempos. O conceito de vizinhos e falta de civismo e respeito andam quase sempre de mãos dadas.

Fico sempre surpreendida e muitas vezes sem palavras, ao perceber a falta de respeito e interesse que as pessoas manifestam pelos direitos dos outros.

Uma vizinha que quando alertada para o facto de não poder fazer obras ao sábado sob pena de intervenção policial, responde com uma candura assustadora: mas os meus vizinhos da frente também andam em obras e eu não me aborreço nem digo nada.

Ora ainda bem para ela. É sinal que não trabalha e não precisa do fim de semana para descansar.

Também me caiu que nem um soco no estômago ouvir: pois, tenho de fazer obras ao sábado porque preciso delas concluídas até ao fim do mês.

Notam alguma tónica predominante!?

Eu, Eu, Eu, Eu!!!!

Meu deus! As pessoas não entendem que moram em sociedade!? O bem estar dos outros depende de todos nós! A liberdade de uns ctermina onde começa a dos outros!

Eu tenho a minha decisão tomada...está avisada... e eu tenho o numero da policia pronto para sábado de manhã.

E já agora 500€ de coima, é muito pouco a pagar por perturbar a paz alheia!

PS: e em resposta ao idiota que num forum perguntou se não teria o direito  de ter uma noite de barulho, já que esteve 7 anos em silencio.
...NÃO! Não tem seu cretino! A sua diversão não vale mais que a paz alheia...idiota...

A lei deveria prever coimas para a falta de bom senso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!