quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Que falta de nivel


Anda meio mundo a comentar esta união entre a Mango e esta Menina.
E cada vez que vejo, ouço ou leio o quão fabulosa é a Scarlett Johansson tenho vontade de vomitar perante tanta falta de gosto, classe e nivel.
Do alto dos 25 aninhos....sim é uma teenager, não, não tem 38 como aparenta...esta menina consegue a proesa de não desapontar e estar sempre ao seu mais alto nivel de vulgaridade.
Parece-me incrivel que alguém reconheça nela outra caracteristica senão vulgaridade. Se é bonita? É sim, sr. É bonita da mesma forma que Ann Nicole Smith ou Pamela Anderson...é bonita vulgar e consegue incutir esse cunho onde quer que vá e em 95% dos trabalho que já fez (excluo meia duzia de trabalhos que escapam porque ela nem devia ser menstruada na época).
E nem é necessario prestar muita atenção para ver que está completamente estereotipada e que faz sempre,mas sempre (digo isto de forma cansativa) de bomba sexual...e depois falam da Soraia Chaves! Venha o diabo e escolha....

Question

Pode haver maior TURN OFF do que um homem ...como dizer...burro!?

Verão...are we there yet?


Hoje, neste dia glorioso de SOL...apenas me apetecia, estar aqui.
Na minha esplanada preferida. Na minha praia preferida.
Com um livro fantastico, passado algures no sul de Italia ou na Grecia, e um  Mojito on the side.
Os meus oculos de sol e a mente a vaguear livremente...
Ahhhhhhhh...a minha vida, havia de ser ...só isso...

Consciência e Inconsciência Moral

Li há pouco em blog alheio, uma dissertação interessante acerca dos limites da traição.... onde se traça o risco?


Parece haver um consenso generalizado, de que o risco é pisado, quando acontece algo, geralmente este algo, refere-se a contacto físico...


Eu penso que a grande questão está sob a óptica de analise. Quando pensamos no assunto costumamos medir-nos pela nossa própria bitola...que tem uma margem...sejamos honestos, relativamente grande para erro...muitas vezes sem darmos grande importância a certos gestos, agimos de forma, que para o nosso companheiro/a seria inaceitável, e se nos colocássemos no lugar oposto, para nós...também...

A única definição com que concordei a 100% até à data, foi a do Exmo. Dr. Phil...sim, o amigo da Oprah....

Disse qualquer coisa como: entra na esfera da traição tudo aquilo que não faríamos se a nossa cara metade estivesse presente.

E isto é a mais pura das verdades....quando estamos acompanhados mudamos drasticamente os nossos comportamentos, somos infinitamente mais comedidos na quantidade de contacto físico desnecessário, bem como nas palavras que usamos e até na entoação das mesmas... Não julgando ninguém, pois não me excluo desta observação...gostaria apenas de perceber se mudamos quem somos e a nossa forma de estar para preservar os outros? E, se sim, até que ponto somos verdadeiros perante quem mais importa?

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Emocional Inspiration

Toda  a vida vida fui assim... Parece-me que é apenas nas alturas das grandes montanhas-russas emocionais que encontro palavras bonitas para escrever.

Quando a vida corre serenamente...nada....blank.....just rubbish!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Este país...é para velhos...

Hora de almoço:

Eu e cinco colegas, decidimos ir comer uma pizza num daqueles sítios aqui no bairro na cave de um centro comercial...ou melhor, um aglomerado decadente de lojas com nome de centro em honra de qualquer animal...

Entramos, vemos cerca de 6 mesas de 4 pessoas (onde cabem6 utilizando as cabeceiras das mesas) e 1 mesa de 2 pessoas (onde comem 4)... e o cenário era...todas as mesas de 4 ocupadas com 1 pessoa e a mesa de livre.

Ninguém, nos veio atender, dirigimo-nos ao balcão. Atrás do mesmo estava uma rapariga...talvez 30 anos...com o ar mais enfezado do mundo, cara oleosa e olhar de poucos amigos...

- Boa tarde, somos 6.

- Não há lugar.

- Nem "arranja" (referindo-se ao facto de ser necessário apenas pedir a umas das pessoas que ocupava uma mesa grande, para transferir para a mesa de 2)?!

- Não! ... ainda vai tudo começar a comer...

Subentenda-se: nem vale a pena esperarem. Eu não sou dona, sou empregada e não tenho vontadinha nenhuma de ter de servir mais 6 almoços...

Recordo que os 6 almoços, representariam no final do dia, o dobro dos almoços servidos....

E é assim que se trabalha em Portugal...é assim que os serviços estão. Repletos de gente que finge trabalhar, que odeia o que faz, que não tem perfil para estar no atendimento e que se está nas tintas e quer é ir para casa com o seu ordenado mínimo nacional...que no meu entender e neste caso especifico é mal empregue!

É conceito generalizado que servir à mesa é uma função "baixa" para a qual não é necessário formação, nem vocação, nem apetência...

Estar no atendimento ao publico requer gosto e aptidão inata. É preciso ser educado, cordial e expedito. Servir pratos aprende-se, atender pessoas é um dom inato...pode ser aprimorado mas ou se tem ou não se tem...

E eu tenho vontade de gritar com estes seres do outro mundo e perguntar, se odeiam o que fazem porque é que não cedem lugar a quem gostaria de ter aquele emprego e não tem!!!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Venus em apuros

Não sou astrologa mas tenho quase a certeza de que vivemos uma conjuntura astral propicia ao término. Término de relações, amores, casamentos, namoros...

A quantidade de casamentos e relações em vias de extinção ou extintas recentemente é assustadora.
Penso que de grau epidémico!

A cada dia que passa, recebo mais um telefonema:  "separei-me"; "pedi o divorcio"; "vou pedir o divorcio"; "acabou"; "não aguento, vai acabar"....

Eu sei que sou apologista da solteirice...mas se todos os se separam, de onde vou eu retirar a minha esperança de encontrar o meu Mr Big? Para quem olharei eu? Quem admirarei?

The long awaited return

É Segunda feira e está sol!  Sol!

A primeira segunda feira em que acordo e não sinto os meus instintos homicidas a borbulhar , instigados por mais um dia cinzento, chuvoso e desagradavel. A primeira segunda  feira de sol em, não sei quantas, semanas...e por isso é dia de comemorar! De cantar marginal a fora ao som de uma musica alegre....olhar o reflexo do sol das aguas do mar, nas folhas das palmeiras....ahhhhhhhhhh SOL!

É dia almoçar com os colegas numa qualquer esplanada tal e qual largatos ao sol num dia de verão...


Está sol e nada, mas mesmo nada vai estragar o meu dia hoje!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Dating... the last frontier...

Já disse e volto a dizer, ter amigas casamenteiras...tem as suas desvantagens.

Mais uma tentativa de blind date....só sou eu, ou já não há paciencia para isso?!

Sou eu com o meu "mundialmente reconhecido" mau feitio, que não tenho a minima paxorra para conversa de circunstancia ou é mal geral depois dos 30?

Nada me parece tão violento, quanto a ideia de passar o sabado à noite a dar conversa a um tipo qualquer...estilo triagem de processo de recrutamento, para saber se preenche os requisitos minimos para passar à fase seguinte ...
1000 vezes ir ao cinema sozinha! Ou ficar em casa à lareira, desligar o tlm numa sessão non stop de DVD...

Simplesmente não há paciencia!
Estou a pensar adoptar a tecnica que vi num filme: perguntas directas: Hetrosexual? Empregado?Historial de doenças psiquicas? (e o mais novo requisito) Joga Playstation?
Não necessariamente por esta ordem...
Os restantes "minimos olimpicos" de caracter fisicos são  avaliados "on the spot"....

Portanto, definitvamente,sabado à noite, NO BLIND DATES!

Addicted to being single

Dias depois de um affair que podia ter sido,mas nunca chegou a ser, concluo uma vez mais, com relativa certeza, que o meu estado natural é o de solteira...

4 dias de telefonemas diarios, muito ao genero "namorado"...e  manifestações verbais de afecto e....já me faltava o ar.... já me sentia afogar no mar de sentimentos que por ali vertiam a uma velocidade estonteante...

Assistir a uma pessoa manifestar o seu afecto por mim, provocou-me uma vontade irracional de fugir, de gritar e "voluntariar-me para o Haiti".... puro panico.

Porquê?
What's wrong with me?!

E o mais estranho? Apesar de me ter sentido a pior pessoa à face da terra, por destruir as expectativas de outra pessoa (uma optima pessoa)...foi a culpa pelo sentimento gratificante de pura liberdade que me assaltou em seguida...

Respirava de novo....
Estava só....o telefone não iria tocar, a minha presença não seria novamente exigida, não havia mais ninguem com quem fazer planos de fim de semana...mais ninguem para me dizer palavras cor de rosa...

ufffffffffffffffffffffff......

Voltei para casa. Jantei sozinha. Li.... Silencio total, absoluto. Dormi bem. Não tive pesadelos. Não dei voltas sem fim na cama a ponderar todos os "se's"

...fiquei novamente...em paz.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Preciso com Urgencia!!


NY foi uma viagem inesquecivel...mas o preço de não poder fazer a habitual viagem de verão em Janeiro....é muito alto....

Houston we have a problem


...uhm...estou em observação hoje...

Acho que estou muito bem resolvida quando ao meu "casamento" falhado....
Mas se é o caso...porque é que tive uma sincope cardiaca quando passei pelo EX...de carro.... patético...ugh!
Lamentavel, vergonhoso e exageradamente lamechas...

Esta chuva deprime-me e tolda-me o juizo com ondas de emotividade descontrolada, desnecessária, infantil...

Preciso de sol!!!!
Sim, sem duvida...a culpa é do tempo...

Musica do dia...

http://www.youtube.com/watch?v=y9_j35L5bHM&feature=related

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

A minha nova paixão

http://www.youtube.com/watch?v=3Ida309BnQU&feature=PlayList&p=C1B3DF2982CE3646&index=2&playnext=3&playnext_from=PL

Love, Love, Love

Um amor novo é sempre lindo de se observar.

Enche-me de esperança olhar para uma pessoa que sempre conheci,comedida, ponderada, sorridente e um pouco perdida no meio da multidão, e ve-la radiante, às gargalhadas, espontanea, feliz, destemida, a borbulhar de vida e de amor....

Hoje é uma mulher com uma energia contagiante, inspiradora...

Why is it, that we only fall, for the bad guys!?

Um dilema que assalta o universo feminino e que não será desconhecido de muitas mulheres é a questão do sindroma Bad Boy...
Eu acho que sou capaz de estar a sofrer desse sindroma...

Ando a conhecer um tipo bestial... boa pessoa, de confiança, simpatico, inteligente, atencioso etc...
E dentro de mim não houve qualquer "click"

Com o meu CV de homens, devia fugir dos Bad Boys e estar a dar pulos de alegria por alguém tão impecavel estar tão interessado em mim...sempre disponivel, atencioso, gentil...

Tenho que inverter esta tendencia para homens emocionalmente indisponiveis, egocentricos e/ou infantis..
O meu "eu" racional, entende este conceito.... o meu "eu" emocional que controla a quimica...é que me parece ter problemas de aprendizagem...

Sinto-me uma Bridget Jones...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Think Outside de Box

Uma das minhas amigas mais queridas, e cuja opinião respeito imenso disse-me ontem: Think outside the box e tenhas medo de não controlar tudo e deixa-te "ir"....
Ora, sendo ela psicologa de formação...isto levanta-me uma serie de questões...a maior delas todas diz respeito à minha auto-imagem...porque ou ando enganada ou sempre me vi como uma pessoa até impulsiva e emotiva...por vezes em excesso...aliás uma das minha batalhas pessoais sempre foi conseguiur mitigar a minha impulsividade no ambito profissional...e com sorte contagiar a minha vida pessoal com uma dose razoavel de bom senso e racionalidade...

Passei muitas horas a considerar esta questão...que raio de imagem projecto eu? E senti-me um bocado "falsa".
Por eu acho que não sou muito controlada, especialmente quando falamos de inteligencia emocional, que era a area a que a minha amiga se referia...

Isto tudo porque vou ter um "date".... nem é bem um "date", porque eu conheço a pessoa em questão...e talvez por isso tenha dificuladade em actualizar a minha imagem mental de menino de fraldas a homem de fato....uhmmm
28 (menos mau...achava que eram 26!) anos é um menino...acho que se me distrair posso trucidá-lo ao pequeno almoço e nem dar conta...

Pear pressure...ter amigos a torcer por isto e com planos de futuro carimbados e lacrados....não é facil...
Lá está...ela diz que eu tenho um preconceito contra a idade...e a verdade, é que tenho...

Sempre tive uns minimos olimpicos que gosto de respeitar e sempre que abri excepções...a coisa não correu bem.
Os minimo olimpicos eram:ser mais velho,mais alto, mais pesado...

Por outro lado...não tenho tido muito sucesso..talvez esteja na hora de mudar de estratégia...

I don't know...is it worth finding out?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Vantagens e Desvantagens

Esta noite, no meio do temporal, que ameaçava levar a casa, o carro e o quintal pelos ares, ocorreu-me uma vantagem e estar casado/viver junto....

Até eu, que tenho meio blog dedicado às vantagens de se ser solteiro, tenho de admitir, que é mesmo, mesmo muito bom, ter alguém ao nosso lado quando o relampagos iluminam o concelho inteiro e quando os trovões parecem o praguejar irado dos deuses...

Ter alguém que nos diga "está tudo bem" e nos abrace num cobertor protector...é um balsamo para as crises de panico involuntário avassaladoras nas noites em que o mundo pára e se desmorona contra a janela do nosso quarto...

Sim, definitivamente é bom ter companhia por esta altura do ano...à noite pelo menos...

The soft arrival


A melhor passagem de ano de sempre!!!

Este ano, fui firme, irredutível!

Há anos que digo que passo a passagem de ano em casa ….ameaço, ameaço e à ultima da hora deixo-me sempre embarcar em festas destinadas ao fracasso e convites de ultima hora.

Entre o top dos piores, destaco uma passagem de ano em Sesimbra, com zero graus em que uma gripe galopante me assaltou pelas 24h, às 02h ardia em febre e às 04h já chorava enquanto implorava para regressar a casa...mas o meu, muito sensível marido, achou que era o que faltava perder a passagem de ano porque eu estava a arder em febre e prosseguiu com o rali bar comigo de atrelado...resta concluir que demorei quase duas semanas em afonia total, uma caixa inteira de antibiótico outra de anti-inflamatório e uma de antipirético, para me recompor!

Consigo recordar-me de outra...festa na rua em Évora... andei a noite toda como condutora designada do carro e da câmara de filmar, sóbria que nem um passarinho a aturar bêbedos, vomitados, ganzados, e acordei com os lábios e os nós dos dedos pretos...queimados do frio...

Ou ainda outra numa garagem qualquer de uns amigos de uns amigos em que um tipo bêbado se fazia descaradamente a mim, enquanto a esposa estava sentada no sofá do canto a amamentar o recém-nascido...

Este ano...foi brilhante!

Filmes, comida até à náusea, champanhe pela garrafa e sem pedir permissões, aturar fitas, birras, ou conciliar interesses, fui descansar quando bem me apeteceu!

Não gastei dinheiro em viagens ou jantares de reveillon nem nos habituais modelitos, não andei a fazer bebado-sitting....foi perfeito....eu na minha companhia...

Os poucos a quem contei os meus planos ficaram horrorizados, porque passar a passagem de ano sozinha, aparentemente é "triste"....eu penso que triste é começar o ano contrariada à espera da primeira desgraça da noite, como todos os outros anos...por isso tenho a certeza que 2010 será um ano tranquilo, farto e feliz...tal como a noite da sua chegada!

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!