quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Think Outside de Box

Uma das minhas amigas mais queridas, e cuja opinião respeito imenso disse-me ontem: Think outside the box e tenhas medo de não controlar tudo e deixa-te "ir"....
Ora, sendo ela psicologa de formação...isto levanta-me uma serie de questões...a maior delas todas diz respeito à minha auto-imagem...porque ou ando enganada ou sempre me vi como uma pessoa até impulsiva e emotiva...por vezes em excesso...aliás uma das minha batalhas pessoais sempre foi conseguiur mitigar a minha impulsividade no ambito profissional...e com sorte contagiar a minha vida pessoal com uma dose razoavel de bom senso e racionalidade...

Passei muitas horas a considerar esta questão...que raio de imagem projecto eu? E senti-me um bocado "falsa".
Por eu acho que não sou muito controlada, especialmente quando falamos de inteligencia emocional, que era a area a que a minha amiga se referia...

Isto tudo porque vou ter um "date".... nem é bem um "date", porque eu conheço a pessoa em questão...e talvez por isso tenha dificuladade em actualizar a minha imagem mental de menino de fraldas a homem de fato....uhmmm
28 (menos mau...achava que eram 26!) anos é um menino...acho que se me distrair posso trucidá-lo ao pequeno almoço e nem dar conta...

Pear pressure...ter amigos a torcer por isto e com planos de futuro carimbados e lacrados....não é facil...
Lá está...ela diz que eu tenho um preconceito contra a idade...e a verdade, é que tenho...

Sempre tive uns minimos olimpicos que gosto de respeitar e sempre que abri excepções...a coisa não correu bem.
Os minimo olimpicos eram:ser mais velho,mais alto, mais pesado...

Por outro lado...não tenho tido muito sucesso..talvez esteja na hora de mudar de estratégia...

I don't know...is it worth finding out?

1 comentário:

  1. Abaixo os preconceitos!!!! Viva o inesperado!!!!
    Adoro-te, minha Amiga!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!