quarta-feira, 17 de março de 2010

Dating Hazards

O Menino referido aqui convidou-me, novamente para jantar.
Em conversa com a minha confidant S. fui informada que o rapazito em questão gostava muito mais de mim do que o que dava a entender e portanto, provavalmente ainda pondera a hipotese de algo acontecer. Mas muito mais interessante que isso, foi descobrir que o melhor amigo do rapaz, ficou "chateado" comigo na altura porque acha que eu criei demasiadas expectativas.

Posto isto, e tendo ponderado acerca do assunto, concluo que não só concordo, como foi exactamente por isso que toda a cena me parecia desagravel e desconfortavel. E se por um lado tinha quem me incentivasse a aceitar os convites, lá no fundo de mim, sempre soube que ao faze-lo estaria implicitamente a dizer que estaria interessada.
É por isso que eu odeio arranjinhos e dates....em português não há nenhuma expressão que substitua devidamente o "dating" para denominar saidas para sondar o terreno...talvez porque por cá, quando se sai, subentende-se que há interesse.

Ora se uma pessoa não conhece a outra de grupos de amigos onde possam conviver sem ter de marcar um encontro especificamente para o efeito, como é que se date em Portugal sem defraudar ninguém!??!?!

É que eu aceito que este conceito, não fosse eu portuguesinha....eu senti-me mal...e disse muitas vezes à  S. que não queria criar expectativas...ela como mulher racional e resolvida, disse-me sempre para eu pelo menos dar uma oportunidade....e eu hoje, pergunto....como é que se dá uma oportunidade a uma possivel relação sem criar expectativas!??!?!!?

Eu gostava de saber fazer isto como deve ser...by the book...caso contrario, continuo a fazer como sempre fiz...ou já conheço o rapaz e sei com o que conto (mas assim não conheço ninguem de novo) ou então é sempre pela aparencia e nunca chego a dar oportinidade aos menos bonitos que provavelmente serão tão boa ou melhor pessoa que os mais vistosos...só que os mais giros não ficam dilacerados por um um café e um jantar sem seguimento....

Se é menos bonito e não me intimida...tenho a sensação que quando a sobremesa chega à mesa já o trucidei sem dar conta....

Não sei....maybe I'm getting to old to date.

4 comentários:

  1. Ora és lá velha para "datar"!Ai que tu!!!!
    Isso também era de se saber como é que se dá uma oportunidade sem criar expectativas! Está aí uma boa pergunta!

    Um Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Ai E. era tudo tão mais facil quando eu tinha 20 anos....
    Essa é que é essa!!!

    A faixa etaria dos 30 e picos está replecta de freaks, wierd'os e stalkers....

    ResponderEliminar
  3. Ó Carrie,

    Os homens é q são muito objectivos, lá por nós "datar-mos" pensam logo q estamos interessados neles.
    E Carrie... ai quem me dera a faixa dos 30!
    Já tou nos entas!!!

    Divirta-se e muito!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Eu tento mas o "mercado" anda muito fraquinho!!!tão fraquinho que muitas vezes esotu a tomar café a e a pensar...." a esta hora está a dar a anatomia de gey e eu podia estar de pijama enroscada na mantinha d meu sofá...e esotu a ouvir este idiota dizer baboseiras"...

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!