quinta-feira, 4 de março de 2010

Ignorance is bliss

Hoje alguém me perguntava porque nunca escrevo acerca de politiquices e afins.

É simples, porque há muito tempo atrás, por motivos que agora não são relevantes, decidi simplesmente ignorar tudo aquilo que não posso mudar, alterar ou manifestar proactivamente . A politica em Portugal é assim....uma pessoa opina, vota, mas o resultado é sempre o mesmo...mudam os palhaços, mas circo permanence o mesmo.
Os protagonistas fazem-me ter vergonha de ser Portuguesa.

Ao indignar-me tenho dois trabalhos, indignar-me e deixar de me indignar....assim, faço optimização de tarefas e ignoro que existem tantos incompetentes, ladrões, xupistas, analfabetos, mentirosos, artistas sem escrupulos em frente de uma nação com o unico intuito de se autobeneficiarem...
Tanto cretino/a a comandar este pais...que poderia, sim, ser um pequeno paraiso à beria mar plantado.

A minha pressão arterial beneficia imenso desta atitude.

Se sou recriminada por não me importar?...sou....mas não me incomoda nadinha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!