quinta-feira, 25 de março de 2010

Quando o assunto são os pais...somos sempre eternas crianças

Sou só eu...ou a dada altura os nossos pais ficam seriamente carentes!??!?!

O papá nunca gave a damn....nunquinha....e sim...admito...tenho sérios recalcamentos e daddy issues (mas isso agora nem vem ao caso)...e no entanto hoje quase choro ao ver a forma como tentam em vão protelar aqueles almoços de familia de Sabado...infelizmente a vida não permite convivios para além dos fins de semana...e tenho pena de vê-los apenas por umas horas ao sabado...mas ultimanente tenho ficado perturbada com as artimanhas que a mamã engendar para prolongar o telefonema diário das 17h....e com os abraços sentidos de um pai que na verdade nunca foi dado a grandes manifestações de carinho ....

Fico com sentimentos de culpa, ou remorso...não sei bem identificar...mas compadeço-me da sua dor...

O problema é que suspeito que daqui para a frente is all down hill....

8 comentários:

  1. No meu caso a suspeita confirmou-se. E custa tanto vê-los ficar mais frágeis e nós numa correria. Mas sabes o que eu acho? Nós reparámos, mas há muita gente que nem se apercebe que eles precisam cada vez mais de atenção.
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Carrie, (agora não lhe troquei o nome)

    Para os nossos pais, somos sempre aqueles seres indefesos que se agarravam às pernas deles a pedir protecção.

    Estão habituados a proteger-nos e dariam a vida por nós se isso fosse necessário.
    Qdo saimos do ninho é ainda mais complicado para eles do que para nós. Não vão estar lá qdo cairmos, quem nos vais ajudar a levantar?
    Creio que vão tomando consciência (com o passar dos anos) que a vida é tão injusta; deviam viver mais tempo para ampararem sempre as nossas quedas, ou então, os nossos pais deveriam prever o futuro. Deveriam saber de antemão que a nossa vida será ainda melhor do que eles imaginaram e desejaram, para depois, aí sim, poderem morrer descansados.

    (Acho q estou a falar como uma filha, q felizmente ainda tem os dois pais, mas também como uma mãe que está quase a ver a sua cria voar do ninho. Agora q esse momento se aproxima a passos largos, a filha dá mais valor ao que os pais sentem. Isto pode parecer um cliché, mas é a verdade.)

    ResponderEliminar
  3. Olá!

    É perfeitamente normal :D Acho que é por isso que os avós ficam mais carinhosos com os netos também! Querem aproveitar! :)

    Um Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. onde andam os comentários...hello?"??"

    ResponderEliminar
  5. Isto começa a ser ridiculo! Ter de fazer um comentario para conseguir ler os anteriores...desculpem minha gente...precisava do desabafo!

    ResponderEliminar
  6. Sofia: Acho que tens razão...há muita gente que não percebe e quando percebem...é tarde demais. Eu tenho essa sorte....mas ao mesmo tempo enche-me de culpa não poder corresponder às expectativas deles...

    ResponderEliminar
  7. Vi...sábia como sempre...´
    Mas os meus pais já deveriam estar habituados já que eu abandonei o ninho há quase 8 anos... e não me recordo de os sentir tão carentes quanto agora...não entendo o que mudou...talvez tenha sido eu e a minha sensibilidade para a questão...

    ResponderEliminar
  8. Olá querida E.!
    Sim, é verdade, parece que querem recuperar tempo perdido!

    Um grande bjinho e bom fim de semana!com sol de preferencia!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!