sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Dedução do ano

Após varios meses, a tentar fazer o que os outros achavam "normal" ...chego à conclusão, que o nosso tempo interior não é igual ao tempo do relogio, e que por mais que o resto do mundo diga que saio pouco, e que passo a vida no meu mundo e nas minhas coisas (acho que é mais no mundo das minhas amigas....e que mundos interessantes que elas têm)...a verdade é que, para mim.... ainda não é tempo de me fazer à estrada, de me expor e de socializar assim... ad hoc...

Não sei se estarei sob o efeito toxico do final das ferias, mas a verdade é que estou cansada de fazer o esforço de andar por ai a mostrar a cara...a verdade verdadinha.... é que me apetece mesmo mesmo é mergulhar no meu mundo novamente e emergir quando me der na real gana e nem um segundo antes.

Não vale a pena andar ao sabor do que é o não "normal"...ando cansada, nada de novo se passar...talvez por falta de receptividade da minha parte.... inconcientemente? Não sei....


E se, racionalmente eu até possa estar "pronta" para abandonar a minha solteirice - nunca a 100% logicamente - emocionalmente apetece-me mesmo é não ter de lidar com nada nem ninguem e muito menos HOMENS.

Digo, há muitos anos e continuo a reiterar esta ideia: mais vale a paz da solitude do que o desassossego da paixão.

4 comentários:

  1. Tens toda a razão. "O nosso tempo interior não é igual ao tempo do relógio" e há que respeitá-lo. Por vezes faz-nos bem passar algum tempo só connosco e com as nossas coisas, sem mais misturas.No entanto, também acho que anda por aí uma pequena depressãozita pós-férias;)
    Bjocas

    ResponderEliminar
  2. É bem possivel Belladonna!!! Isto de regressar ao trabalho tem muito que se lhe diga.... isto gasta-nos o tempo interior...e exterior! LOL

    ResponderEliminar
  3. mergulhar no nosso mundo só nos faz bem...
    desde que não seja pra sempre. um beijinho

    ResponderEliminar
  4. novo endereço de The P diaries : http://sweetpdiary.blogspot.com/ actualiza :)

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!