terça-feira, 28 de setembro de 2010

Portugal ia ser tão bom, não foi?

Hoje estou preocupada com o estado da economia...e tentando não me alongar à cerca do estado do pais e da culpabilidade a atribuir e das soluções que não estão  a ser propostas... digo que se fosse eu a mandar esta merda era uma ditadura até eu meter tudo na linha!

Este tema causa-me palpitações...

Ora cabe na cabeça de alguem que haja não sei quantas mil pessoas inscritas no subsidio de desemprego que vão ficar sem receber nada por falta de fundos e haver pessoas que estão a usufruir há mais de 12 meses do mesmo??? Não! Por amor de deus que não são precisos 24 meses para encontrar emprego!

Os governantes perfeitamente idiotas e incompetentes que temos tido, têm de se capacitar que a salvação deste pais não está em entregar ao estado o 13º mês, nem no aumento do IVA para 23%.
Aumentar a tributaçaõ não leva a lado nenhum! A chave está em gerir fundos que entram e não estão a  ser aplicados onde devem ser!

Andamos a alimentar filhos da puta que ganham mais estando no subsidio de desemprego do que a trabalhar e portanto gozam até ao ultimo centimo; andamos a alimentar ordenados disparatados dentro do sector publico nomeadamente dentro do exercito e da marinha ...pagamos a agua a luz a tipos que ganham obscenidades...para quê? coitadinhos...ganham 6000€ por mês não podem pagar 20€ de agua e 50€ de luz?...

Andamos a financiar Magalhães que por sinal estão a ser utilizados escassas horas por semana...a propósito do quê? Mas as crianças precisam de computadores próprios para serem melhores alunos?
De quantos sei eu que são utilizados pelos pais... e não pelos filhos...

Enfim...hoje estou a  ponderar fazer uso da minha segunda nacionalidade e fazer-me à estrada...porque Portugal...ia ser tão bom...não FOI?

16 comentários:

  1. Realmente isto já é demais...e quem "paga" são sempre os mesmos!!
    Enfim, espero sinceramente que isto mude brevemente, para o bem de todos!

    ResponderEliminar
  2. Quanto aos Migalhães:), a maioria já nem funciona!!!

    ResponderEliminar
  3. Pois infelizmente parte da culpa também é nossa. Juntarmo-nos todos e partir os cornos a esses cabrões que engordam a custa da crise é que era.

    ResponderEliminar
  4. Verdade. :(
    Está a tornar-se impossivel viver por aqui.

    ResponderEliminar
  5. De facto há muita gente a viver à custa do subsídio de desemprego. Quanto aos Magalhães acho que só estupidificam mais as crianças, elas já não sabiam fazer contas, agora vão deixar de saber escrever!
    É um bocado triste :/

    ResponderEliminar
  6. Ora Carrie,
    Muito obrigada mesmo, achei q nao havia esperanca.... aqui nos EUA passa-se exactamente o mesmo e quando eu discordo c isto e falo mal do presidente e da sua panelinha, os primeiros a cairme em cima sao os portugueses, q moram ca ha pala de bolsas de estudo do governo portugues(gracas a ti) e a ulilizar escolas americanas (pagas p mim) sem contribuir um centimo para a economia de nenhum dos paises, e que se acham no direito de arrotar postas de bacalhau. Fico feliz de saber que afinal nao estou uma REPUBLICANA, como me chamam, mas que em portugal tb ha gente farta de pagar p um sistema de que nem se quer pode usufruir.

    gostei muito do teu blog
    tou fan

    ResponderEliminar
  7. Nokas, só te digo que se algum animal me vier exigir o meu 13º...que já tem destino... dispo-me e ando a correr nos degraus da assembleia da republica nua como vim a mundo com o seguinte escrito nas costas: isto é tudo uma cambada de gatunos de ladrões e de chupistas! Como dizem os gato fedorento!
    Era o que mais faltava! Já desconto pouco!
    até me falha uma batida cardiaca cada vez que vejo que me mato a trabalhar pago tudoa tempo e horas e que desconto quase dois ordenados minimos por mes...e levo pra casa pouco amis que isso!

    ResponderEliminar
  8. Sofia, por mim podem todos ir pro lixo, acho uma anormalidade. Nós saimos bem e eu tive o meu primeiro portatil pessoal no 4º ano da faculdade para fazer a tese de licenciatura!
    Tudo o resto, havia um computador de familai lá em casa e outros tantos na biblioteca! Chegava perfeitamente!

    ResponderEliminar
  9. é verdade Utena! Tens razão...nós discutimos, falamos mal mas ninguem se chega à frente para resolver esta bela salganhada de concluios e jobs for the boys!

    ResponderEliminar
  10. Kikas, querida...acredita que me doi o coração de pensar na possibilidade de ter que fazer uso da minha outra nacionalidade... mas oq ue é certo é que ninguem ouve falar da crise na australia...e talvez seja uma boa oportunidade...

    ResponderEliminar
  11. Mj, concordo...um dia destes dás uma esferografica a um miudo e ele pergunta-te "para que serve esta geringonça?"

    reconhecem as letras pelos desenhos do teclado. mal sabem escreve-las!
    é triste!

    E já alguem percebeu que a era digital e tecnologica tem grande responsabilidade pela obesidade infantil e outras doenças associadas? é que no meu tempo, como não havia consolas eu brincava na rua, na lama, a correr, saltar e ao ar livre...hoje escutas as conversas dos miudos: papa prefirro ficar em casa a ver tv ou no pc doq ue ir à praia... não há nada pra fazer na praia...
    ugh!

    ResponderEliminar
  12. Natty, I must say, what an honor! tenho alguem que me lê nos States!? Wau! Estou impressionada comigo mesma!

    Concordo inteiramente e é de facto inadmissivel que exista tanta gente que usufrui de 2 paises sem contribuir para nenhum! lá está, isto é tudo uma cambada de chupistas...

    Sabes, eu penso que as afiliações/denominações partidarias começam a ser muito limitativas, porque a verdade é que nenhum sistema é perfeito porque o verdadeiro sentido de "governar" perdeu-se nos meandros dos interesses de terceiros, lobbys, panelinhas e grupos de pressão...o objectivo já não é o melhor para o cidadãos de cada pais...hoje em dia é mais importante se estamos menos mal que a Espanha ou a Grecia e não imposta tanto se estamos a fazer o melhor que podemos por nós proprios!

    Ao que parece a Irlanda a Grecia e a Espanha conseguiram em 2010 baixar a divida publica e portugal aumentou...como é possivel? eu respondo, da mesmo forma que em escala analoga somos o pais com ordenado minimo mais baixo e somos o pais com maior numero de tlm de ultima geração per capita...por cá, e eu moro na capital da aparencias...não interessa se tens jantar mas interessa teres um iphone, um ipod, um icarro e tudo o resto que seja tecnologia de ponta! E para quê? para usar? não claro que não que a maioria das pessoas só faz chamadas e envia sms...
    Eu digo-te tenho tlm desde 96...e tive até a data 4 tlm. uso até se desintegrarem...mas tenho amigos que fazem upgrades semestrais...

    Portanto...as aparencias importam... contudo...as pessoas e as necessidades reais das pessoas como do pais... não tanto!

    Eu, como disse, instituia aqui uma ditadura durante 3 anos e punha isto tudo na ordem!
    Corria com todos os partidos deputados e assistente...recrutava gente fresca com bom senso arregaçava as mangas e começava por extreminar lobbies e tipos que vivem à custa do estado! corria o risco de ser assassinada...mas morria com consciencia que tinha feito algo pelo meu pais...


    Bem vinda, aparece sempre! Gosto de mulheres contestatarias! Sinto-me mais acompanhada!

    ResponderEliminar
  13. Eu estou farta de descontar para gente que não quer fazer nada a não ser viver à custa de subsídios! O pior é que acho que a verdadeira crise ainda nem chegou...

    ResponderEliminar
  14. Sabes de uma coisa Ritinha, se o subsidio fosse um valor fixo, estilo 500 ou 600€ havia TANTA gente que nem 1 mes lá parava!!!!

    Eu faria por escaloes: ordenado minimo. 1000€ e 2000€. 6 meses de tempo. maximo 1 ano sujeito a aprovação dependendo da profissão ou da idade da pessoa.
    pessoas com menos de 30 anos nem tinham direito. e sou farta de ver miudos aos 26/27/28 anos em casa dos pais a viver à conta do subsidio!
    EU aos 26 estava a fazer-me à estrada...e fez-me mto bem! dei valor ao dinheiro...houve vezes que nem gasolina no carro tinah para ir trabalhar mas sobrevivi! e nunca meti uma baixa na vida, alias nunca faltei ao emprego.só uma vez, 1 dia por intoxicação alimentar. nem nunca pedi nada a ninguem, nem concorri para subsidios, estagios, bolsas.

    Eu tenho graves problemas com pessoas que trabalham 6 meses e acha que têm direito e merecem subsidio de desemprego. 6 meses não é nada. com 6 meses ainda nemc onheces os cantos À casa!

    Enfim...mas eu sou radical..

    ;D

    BJ

    ResponderEliminar
  15. Tu não és radical Carrie és alguem que sabe da vida e luta pelos seus direitos

    ResponderEliminar
  16. Depois de ter isto tudo lido acrescento, nesta terra do desenrasca cada qual preocupa-se em enganar o sistema para ter o máximo de proveitos próprios.
    Não sei se começa em cima ou se começa em baixo mas começando pelas enormes aldrabices e esquemas do desemprego e similares acabando no modo em como são "entregues" as grandes obras publicas é tudo do mesmo.
    O grande problema é que quando um politico é minimamente sério é posto de parte absorvido pelos abutres e não temos (na minha opinião) alternativas para tirar essa malta dos poleiros.
    Vou fazendo o que posso ao meu nível mas tambem sei que se todos fizessemos o que pudemos aos poucos isto mudaria mas mais de 90% das pessoas só se queixam e são comodistas na altura de chegar à acção...
    Beijo revoltado

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!