sexta-feira, 29 de outubro de 2010

The end

Esta manha, e ao estilo de duelo western, o encontro foi quase ao dealbar do dia...ou assim parecia talvez pela intemperie que assaltou Cascais sem dó nem piedade...

O fim estava com hora marcada.... e com tempo de duração delimitado por umas tantas reuniões.

E tudo aquilo que passei a noite interia acordada a ponderar não aconteceu.

Foi um final de sentimentos tristes, fortes, violentos e sobretudo foi um final resignado.

E curiosamente um amor que foi semeado a uma sexta feira solarenga em 2007, terminou hoje a uma sexta feira cinzenta e de chuva torrencial....como que uma homenagem de são Pedro ilustrativa dos nossos sentimentos: tristeza e raiva.

E agora...é suposto a vida regressar à normalidade...

8 comentários:

  1. Certas coisas teem sempre um fim.
    Por muitas e variadas razões.
    Mas ou não li bem ou não o expressastes mas não tinha a ideia que era algo que tinha durado assim tanto tempo.
    Mas quanto mais tempo dura mais dificil é acabar.
    Mas tambem sei que vais dar a volta por cima com algo que te motive e se não encontrares diz que eu posso sempre dar-te uma lista de motivações...
    Baci

    ResponderEliminar
  2. Olha estou triste. Mas tu és uma Mulher ENORME e tenho a certeza q vais dar a volta! Espero de coração que encontres o teu caminho. Vou torcer e rezar por isso. Mereces tudo de bom!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Chora muito até te cansares, ri de raiva, ataca as provisões de gelados e chocolate!
    Passa pela fase do despero e do odio!
    E depois respira e retoma a vida, tudo a seu tempo sem pressa......
    Deixa fluir
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Querido amigo Mega, o que começou em 2007 foi o amor dele por mim...estilo love at first glance... eu só dei por ele muito mais tarde...e há uns tempos atrás finalmente nos encontramos, cara a cara, ao vivo e a cores, e na mesma sintonia...sendo que em 2007 eu estava apaixonada por outra pessoa e hoje em dia ele está de casamento marcado e uma bebe de meses...entendes?... podias ter sido um grande amor....nunca chegou a ser e ambos concordamos que apesar de tudo o que sentimos...
    Ele adorou-me em silencio anos seguidos, e agora...parece eu terei de fazer o mesmo porque a alternativa não é comportavel nem para mim nem para ele...
    E por mais que eu adorasse que ele voltasse costas e ficasse comigo, não sei se o conseguiria amar sabendo-o capaz disso...assim a unica solução para ambos é afastarmo-nos e esperar que passe....

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Querida Menina do Norte! Obrigada pelas tuas palavras e pelo teu coração.

    Sabes que penso o mesmo de ti! ;)

    ResponderEliminar
  6. Já comecei ontem Utena! Já comecei ontem!
    Grande bjinho! Enorme!

    ResponderEliminar
  7. Apenas me resta dizer-te... Muita força!

    ResponderEliminar
  8. Só para dizer que num dia ou noutro passo por aqui. E continuo a gostar de te conhecer! Mesmo nestes momentos menos bons, é bom poder sonhar. Poder pensar que há-de ser melhor.. Poder saber que há por aí pessoas, que mesmo sem conhecermos se interessam por nós e pensam em nós. Nos dão minutos dos seus dias, e letras das suas palavras. Como tu, que tens feito isso muito bem!
    Continua assim, que parece que vai continuar por aqui muita gente para te dizer que sim, que és a maior! Só porque ando para te enviar um mail há muito tempo, mas parece que não têm existido as palavras e os momentos certos... Um dia deste conversamos melhor!
    Agora vai ao Dia Normal, que escrevi algo que podia ter sido a pensar em quaqluer pessoa. Mas no fim, quando estava a terminar foi em ti que pensei!
    Aquele beijinho! E um óptima semana! O míudo continua por aqui!
    Bejo!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!