quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Right guy wrong timing

Ahhhhhhhh...eu já andava a estranhar a ausencia da dicotomia cliché.... cabeça e o coração...

Pois bem, dentro de mim trava-se uma batalha sanguinaria, inquietante e sobretudo ingrata...pois o coração está out run and out numbered.... e a vitoria terá de ser da cabeça....como eu gostava de ter novamente 15 anos e convenientemente conseguir anular a  voz da razão que grita silenciosamente dentro de mim...

Mas infelizmente os 15 anos já foram vencidos por muitos mas aniversarios e a razão impera sem adversário à altura...e é assim que deve ser...é o custo da maturidade...

Portanto...aqui estou...meio ausente de tudo, a pensar numa solução que não existe...e a tentar convencer-me de que devo fazer o correcto...mas o meu coração palpita noutro sentido...e digo-vos que contrariá-lo resulta em dores de cabeça e mau humor...

E assim tenho passado os ultimos 3 dias, a tentar negar o obvio...e a tentar guardar o segredo do momento: I may be falling in love....

11 comentários:

  1. Isso é optimo Carrie, cala a cabeça segue o coração... Que se lixe só se vive uma vez rigth?

    ResponderEliminar
  2. Ui então isso é que é pior...
    ai convém ficar na moita.
    A minha receita? Gelados e chocolates... não muitos para manter a linha

    ResponderEliminar
  3. EU sei....é o que tenho feito mas depois compenso com exercicio fisico até cair pro lado, para ver se durmo e não penso em idiotisses!

    God damn it!

    ResponderEliminar
  4. Eu ia para dizer que isso era bom...até ler o teu comentário!! Essas situações fazem doer a alma...se puderes, evita :(

    ResponderEliminar
  5. Visto de uma perspectiva diferente vou tentar opinar.
    O que acabas de descrever é algo de não simples.
    E por coisas bem semelhantes já eu passei.
    Vamos lá tentar dissecar o assunto:
    O que tu sentes não tem duvida nenhuma à cabeça.
    Agora tu sabes o que é que ele realmente sente?
    Ou seja ele está apaixonado tambem ou está apenas à procura de uma aventura?
    Ou está à procura de uma simples relação fisica por após o nascimento de uma filha tudo ter adormecido em casa?
    Só depois de estas questões serem esclarecidas se pode passar para a segunda bateria de questões.
    E se me tens lido sabes bem que a minha experiencia é vasta...
    Que te sirva para tomares alguma decisão.
    Beijo solidário

    ResponderEliminar
  6. Tas como eu.
    Hoje é dia de combat ainda não me refiz de quarta ja vou hoje.
    Love it... nada como umas boas dores depois do exercicio

    ResponderEliminar
  7. Nokas...nem se poe essa questão...o ser humano pode tudo!

    ResponderEliminar
  8. Mega,

    Não faço ideia o que busca ele porque nem sequer me manifesto. somos amigos....é só. E no que toca à pessoa dele...é isso que eu quero que ele continue a pensar.

    Respeito demasiado o valor da familia para fazer seja o que for...falamos... trocamos ideias, conversamos como amigos...o que eu sinto, fica cá dentro....por mais impulsos que tenha noutro sentido...

    É tentar esquecer...nada mais... mas gosto de sonhar que podia ser diferente...mas não pode.

    ResponderEliminar
  9. Agora entendi.
    Tenho a mania de ler demais em certas entrelinhas.
    E conheço bem demais essa sensação e é mais que tramada, porque raio é que os nossos "coup de foudre" não são selectivos e se manifestam sem terem em conta o estado de quem possamos gostar?
    A unica cura que eu conheço para tal e que já utilizei é mesmo terapia ocupacional em algo que nos faça apagar a mente.
    De qualquer modo força.
    Beijo sincero

    ResponderEliminar
  10. ;)

    O caracter aleatorio dos nossos sentimentos está directamente relacionado com a dicotomia Mente/coração.... não controlamos, caso contrario seriamos altamente racionais nas nossas selecções!

    A minha terapia ocupaciona predilecta é o surf...que neste caso...é o amis me faz recordá-lo... UHMPF!

    Sentimento BHLEC ( onomatopeia altamente madura! LOL)

    Obrigada
    Grd bjinho e bom fim de semana!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!