quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Foda-se que há gente cretina!

Comecei o dia da pior forma possivel, com cobranças...

Uma suposta amiga...na qual notei um comportamento distante, e a quem, na minha ingenuidade, questionei se estaria cheatada comigo, dado que tenho andado ausente de tudo e de todos (não foi só por estes lados).... ao que me responde:
- satisfeita não ando, mas se isto é uma estratéria politica ou diplomata de afastamento não precisas justificar, alías se pretenderes um corte definitivo por mim não haverá objecções. (WTF!??????????????????????) wowwwwwwwww

Ora uma pessoa que como eu anda fragilizada...e já por natureza odeia cobranças, e foi cobrança que eu senti.... tem vontade após ouvir uma merda deste calibre, responder:

"Querida amiga, se aos 40 anos ainda precisas que as tuas amigas te deêm a mão regularmente para sentires amizade, tens um problema gravissimo, e eu não sou psiquiatra. Vai-te lixar com o teu sarcasmos e agressividade mascarado de indiferença, porque onde tu vais eu já fui e já vim....e aqui ninguem é estupido nem tampouco tem paciencia para crises de adolescencia retardada"

Mas como eu sou uma gaja que até valorizo amizades.... e pergunto-me agora se esta vale o tempo investido... ainda lhe mandei um email a dizer que estava a ser injusta no juizo de valor e nas deduções que havia feito e que o afastamento não havia sido intencional (estamos a falar de 3 semanas....não de 3 anos...), e se após ponderação adicional decidisse reconsiderar que teria todo o gosto em falar com ela desde que não partissemos da mesma plataforma da agressão dissimulada de que partimos esta manha.

E agora sinto-me para além de cansada, perfeitamente idiota, por ainda me dar ao trabalho de perder tempo com alguem que claramente não compreende o conceito de amizade omnipresente....

Se ela tivesse parado para pensar até poderia colocar a hipotese de que algo de grave poderia ter acontecido.... por exemplo...mas não, olhando para o seu umbigo como centro de todo o universo, as minhas ausencias têm apenas um sentido: afastei-me propositadamente dela em particular...

É a paga que temos por andar por ai a apoiar e a distribuir boa disposição permanentemente...quando não o fazemos, somos cruxificados....

10 comentários:

  1. Olá Carrie,
    Antes de mais bem vinda.
    Que a cicatriz cure e a experinecia perdure.
    Quanto ao que aconteceu com a "amiga" apenas posso dizer join the club
    As pessoas são mal habituadas, temos de estar sempre lá para elas e o engraçado é que quando precisamos e olhamos em volta estamos sozinhas.
    A conclusão que tiro o nosso colo é grande mas a nossa cabeça deve ser maior pois sempre que precisamos do colo a quem dispensamos nunca existe espaço.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Um beijo enorme, como tu,linda Carrie.
    Tinha saudades tuas:)

    ResponderEliminar
  3. Existem umas personagens que se intitulam de amigos/as.
    Mas que na realidade só o são de si próprios e não dos outros, para essas personagens a amizade bem como as demonstrações da dita amizade só teem um sentido, o sentido deles.
    Mas a amizade não é isso, a amizade tem que ser uma relação biunívica em que se dá e se recebe, em que se fala e que se ouve, e onde nos aproximamos e sabemos dar os espaços necessários.
    Quem assim não faça é mesmo um vampiro como dizes e amigo nunca.
    Beijos amigos

    ResponderEliminar
  4. É mesmo isso Utena...e ainda por cima eu sou daquelas amigas low maintenance....é rarissimo pedir ajuda, ou apoio...por habito recolho-me e regresso quando lambi as feridas todas e me rebolei em autocomiseração...e protanto a minha tolerancia a quem me cobra...é ZERO...fico logo com vontadinha de lhes dar um pontape no traseiro...o tom desta personagem quase parecia um arrufo de namorados! UGH!

    ResponderEliminar
  5. Mega, já dizia shakespeare..." a subtil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma"...
    Há pessoas que não entendem que amizade é amor...e amor não se pede...dá-se e recebe-se em conformidade com os sentimentos de cada uma das partes....

    Vampiros autenticos!!!

    Grande bjoooooooo

    ResponderEliminar
  6. Carrie,
    se alguém no Mundo te deve importar neste momento és TU e apenas TU!
    Realmente, há gente que só sabe ver o prórpio umbigo! Livra!
    Quando nesta fase o que precisas é de quem te puxe para a frente...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Welcome back. Que a fase menos boa dure o menos tempo possível a passar e seja em breve só um sinal lá bem ao fundo do caminho :)

    Por acaso passei há pouco tempo por uma situação muito, muito semelhante e, ao que parece para a pessoa em questão, fui eu que intencionalmente me afastei apenas porque sim. Ela nem se preocupou em saber se eu estava bem... Até parecem cópias a papel químico...

    ResponderEliminar
  8. Também já tive surpresas dessas e custa tanto...

    ResponderEliminar
  9. Querida LI....é verdade, quando uma pessoa precisa de apoio, ainda que seja apenas sob forma de compreensão pelo nosso afastamento temporario...leva pedradas destas...

    A FIONA tem razão, a mim não é a primeira mas espero que seja a ultima porque aos 33 anos falta-me paciencia para gerir esta gente... e sim FI...o que ela penso foi mesmo isso que eu me afastei pro capricho e pior mesmo pior de tudo é que lhe mandei o mail que ela leu e nem se deu ao trabalho de me responder...o que para mim só facilita: assunto arrumado!

    Mas como diz a NOKAS.... que custa, custa....

    Enfim, so faz falta quem cá está!

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!