sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Men, love, and timing

Estava aqui a ver um filme no canal Hollywood que é uma carbon copy do meu ultimo relacionamento/casamento.


E no final, de todo o drama, no fim, quando finalmente mandamos a toalha ao chão após todas as lágrimas e gritos e magoas… nós mulheres, perdemos um pouco da tonalidade rosa do nosso mundo de castelos encantados e príncipes perfeitos e eles, os homens, apreendem finalmente e de uma só vez todas as lições que tentamos ao longo do tempo ensinar acerca da arte de amar incondicionalmente e ficam perfeitos para senhora que se segue.

Nós mulheres, não posso dizer que ficamos, mais amargas, mas talvez menos doces, ou menos impermeáveis ao amargo de boca da realidade e eles, os homens, percebem tarde demais que poderíamos ter sido afinal, perfeitas, caso tivessem apreendido tudo o que tentamos ensinar com amor, ao invés de o terem feito forçosamente perante a dor da ruptura…

E eu vejo isto acontecer repetidamente…e penso why the fuck is it so hard for men to understand the concept of loving another before themselves!?

6 comentários:

  1. Porque é tão dificil isso que só quem ama incondicionalmente o sabe fazer!

    ResponderEliminar
  2. Tenho apenas que complementar o que dissestes com base na minha experiência, ambas as coisas que dissestes tanto se aplicam a homens como a mulheres.
    Nos dois existe o olhar primeiro para si próprio e depois para o todo, depende sempre da pessoa em causa, homem ou mulher.
    Mas fizestes uma óptima análise.
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. É verdade UTENA, e à medida que os anos passam percebo que o amroincondicional é uma especie em vias de extinção...

    ResponderEliminar
  4. Obrigada querido Mega... posso concordar que acontecerá a ambos os sexos, talvez devesse ter feito uma nota de rodapé, a enfatisar que esta situação é mais comum nesta perspectiva na minha faixa etaria...acho que a partir de uma certa maturidade em diante acontecerá de ambos os lados, mas entre os 20 e os 30...as mulheres sabem o que é amar e os homens tomam isso por garantido...

    Assim, será mais correcto?

    ResponderEliminar
  5. Isto tudo, por causa de um filme e porque agora que aderia oa FB não resiti à tentação de ir ver o FB da nova namorado do EX e percebi que eu ainda nem tinha terminado a mudança(regressar à casa de solteira) e ela já lhe chamava "maridão"...ora ele como namorado...ainda escapava, agora marido ...se o consegue ser...devrrá ser graças a alguma mudanção repentina, suponho eu provocada pela nossa ruptura abrupta, porque quando eu vivi com ele, diria que ele seria tudo menos Maridão...
    Dai o comentario: ficam perfeitos para a sra que se segue...os homens lembram-me o cão do Pavlov... funcionam pro reflexo condicionado...depois de baterem com a cabeça na parede é que percebem que era um caminho sem saida...e é melhor fazer inversão de marcha...

    ResponderEliminar
  6. Tenho que comentar o teu comentário Carrie.
    E começo pelo FB, já tive um perfil por lá mas apaguei para alem de aquilo dar imenso trabalho acho que para a maior parte das pessoas é uma montra de vaidades em que se expoem e expoem coisas que eu considero que não deveriam ser assim tão publicas incluindo certas expressões de afecto por terceiros.
    E como se pode ver por ti faz uns certos efeitos.
    Sabes que ainda nos tempos do hi5 cheguei a ver quem após acabar uma relação mostrava uma nova muito acesa só para fazer pirraça ao/á anterior.
    E por favor não batas só nos homens assim fico constrangido...
    Mas tu entendestes.
    Baci

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!