segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Quando a imagem vale mais que o amor

Poucas coisas me desmoralizam tanto, quanto, saber que existem pessoas, famílias que estão mais preocupadas com a opinão da vizinhança do que com a felicidade daqueles que supostamente amam.

Tenho uma amiga, casada há 5 anos...sempre moraram na mesma quinta com os pais da noiva. 5 anos mais tarde e um filho...ela percebeu que não é feliz e quer partir em busca da felicidade, que quanto a mim é um direito divino que assiste todo o ser humano....os pais DELA fizeram-lhe um ultimatum... se ela insistir que o marido saia de casa...sai ela e o filho também...

Ora, de todos os adjectivos que me ocorrem para descrever esta situação, vergonhoso e errado parecem-me os mais suaves e adequados à exposição publica...

Os pais estão preocupados com a opinião dos vizinhos e a chantagem a favor da infelicidade da filha...pareceu-lhe mais razoável do que ter de lidar com os comentários dos vizinhos amigos e conhecidos....

Eu questiono-me: Onde anda o amor!?

Se me colocassem nesta situação que deserdaria a família do meu património afectivo..seria eu e para todo o sempre....

2 comentários:

  1. Pois muitas vezes é mesmo assim certas pessoas só se preocupam com a imagem que podem passar para o exterior e mais nada interessa.
    É algo que se vê em imensas situações infelizmente e sei muito bem do que falo mas nunca vi maneira nenhuma de chamar essas pessoas à razão.
    Se encontrares alguma maneira, partilha, pois isso deve merecer um prémio nobel no mínimo.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente minha linda mentalidades retrogadas é o que mais abunda por ai.
    E nestas alturas que me pergunto que merda de pais é que existe por ai...
    Há pessoas que deviam ser estereis para acompanhar com a aridez de sentimentos e mentalidade.
    beijo

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!