quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

What kinda Carrie am I?!

"Those that go searching for love, only manifest their own lovelessness. And the loveless never find love, only the loving find love. And they never have to seek for it."

D.H.Laurence


Isto acendeu uma lampada no curso do meu raciocinio...
 
Talvez esta seja a explicação, mesmo muito plausivel, para o meu insucesso no amor...
 
Na verdade, talvez não tenha amor para dar... é bastante provavel.... Ao longo dos anos, e à medida que acumulei cicatrizes de amor, deixei que esse sentimento se esgotasse...não o fiz deliberadamente ....foi acontencendo e nunca tentei evitá-lo...
 
Este é o motivo pelo qual eu nem sequer busco ou aspiro a ter alguem na minha vida... eu não tenho como retribuir...
 
Se outrora fui uma miuda sonhadora e romantica, hoje sou uma mulher romantica mas pouco sonhadora...a minha mãe pergunta-me frequentemente: "o que aconteceu aquela menina doce que eras?"....
 
Essa morreu....começou a morrer com a morte do meu primeiro namorado ( inocencia morreu com ele); sofreu um duro golpe com a primeira traição do meu grande amor...e o meu coração sangrou no dia que percebi que afinal não se morre de amor.... sofreu duros abalos nas duas vezes em que as pessoas envolvidas na traição eram minhas melhores amigas; apagou-se quase irremediavelmente com a primeira nodoa negra, e o primeiro estalo...os primeiros de muitos... da pessoa que supostamente me amava...e finalmente se extinguiu quando me apercebi que estava noiva de alguem que não me amava, nunca havia amado porque basicamente não sabia amar outro que não ele proprio... e agora... quando pensei que haveria uma hipotese de reanimação... enganei-me redondamente...
Agora o amor morreu e tem uma DNR preso ao dedo do pé a dizer: DO NOT RESSUSSITATE
 
Por isso...esta citação faz-me todo o sentido... talvez não me apaixone porque não tenho amor em mim...
 
Talvez...faz sentido...

2 comentários:

  1. Carrie,
    não sei bem o que te diga porque a certa altura na minha vida estas palavras faziam todo o sentido... encontrei o Ivan e acredito ter sido um milagre...
    Não te vou dizer que vais encontrar... nao te vou dizer que não vais... Espero apenas que tenhas a força necessária para seres feliz! Muito feliz e encontrares a cura para esse teu coração sofredor.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Às vezes a vida vai-nos dando momentos menos bons e tirando-nos aquelas pessoas de quem gostamos e isso abala-nos e muito! Parece que ficamos perdidas e sem rumo... E chegamos a um momento em que parece que não temos nada mais para dar... Espero que esse momento passe para ti e que seja apenas uma fase e não algo definitivo... :)

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!