quarta-feira, 30 de março de 2011

All is fair in forgetting love??

Porque é que damos muito menos margem de manobra a quem nos ocupa o coração?!?!?


Em conversa telefonica com o que poderia ter sido, potencialmente, o amor da minha vida...


(...)
Ele:... mas escreveste um mail e apagaste??


Eu: sim....

Ele: parva…. Queria estar contigo… (eu subentendi....sexo... não sei se bem ou mal...)

Eu: ...porque é que deixaste de gostar de mim?

Ele: porque meti na cabeça que tinha que ser assim e a distancia e as ferias ajudaram…pensava em ti mais do que em qualquer outra pessoa e ao mesmo tempo que me fazia bem fazia-me mal…e tu porque é que não me queres?...

Eu:... porque já não gostas de mim…

Ele: mas de certeza que já estiveste com homens que gostavam bem menso de ti do que eu ainda gosto…

Eu: sim, mas como não gostava deles era-me indiferente o quanto gostavam ou não de mim…

Ele: dassssssssssss…tens resposta pra tudo…


Haverá sempre algo indistinto... invisivel a olho nu, entre nós... algo que poderia ter sido e nunca foi...valores mais altos falaram...e tudo estava certo no mundo...
Eu penso nele e sei que quando o faço ele está a pensar em mim...foi assim e continua a ser assim...

Esta tarde comecei a escrever um mail...a questiona-lo se poderia roubar-lhe uns minutos de atenção...sentia a falta dele....das piadolas parvas...das gargalhadas...

Minutos mais tarde toca o teleofone ...era ele...por momentos o meu coração parou e pensei que tinha realmente chegado a enviar o email...mas não...continuava aberto e inacabado...

Era ele a dizer que estava a pensar em mim...


E sim..já  tive affairs, sem qualquer conteudo emocional... de parte a parte (nos meus dias de rebeldia pela independencia emocional e sexual....)... se poderia estar com esta pessoa em particular sem amor ?? Não... As expectativas, os sentimentos.... tudo me impediria de tal... o que queria desta pessoa...era um futuro....não um momento...

E talvez por tudo isso... exija tanto mais dele quanto a dimensão dos meus sonhos e sentimentos...
Se é justo? Provavelmente não...mas a vida também não...

quinta-feira, 24 de março de 2011

Quarentena ao país

A crise chegou finalmente à minha porta...

Há quase 3 anos que ouvimos falar de crise...falava-se na crise mas a verdade é que nada havia mudado...até agora... a situação actual preocupa-me, confunde-me, baralha-me....

E eu já disse aqui uma vez, e volto a repetir e a disponibilizar-me... coloquem o pais nas minhas mãos....que resolvo isto em 4 anos....mas tenho de ter carta verde, e chego com aviso previo: Ditadura...

Há misterios que nunca serão desvendados neste pais.... e gostava que alguem me explicasse porque é que uma das primeiras medidas de austeridade foi reduzir as reformas superiores a 1500€ (como se fosse uma obscenidade)...é que, meus senhores....as reformas de 1500€ não são as responsaveis pela situação do país!
Porque não acabam com o subsidio de desemprego antes dos 30 anos!? Por exemplo???
Primeiro, quem tem uma reforma de 1500/1700 ou 1800€ trabalhou a vida interia para te-la... e quem tem subsidio de desemprego aos 26 anos não quer trabalhar! PONTO!

E que tal reduzirem salarios publicos superioes as 2500€?! e acabar com subsidios de apoio à habitação dos
Juizes que ganham 6000€??? ficariam realmente mais pobres com menos 800€??? REALLY?!?!?
E já agora alguem me explique porque é que as altas patentes do exercito, marinha e forças armadas têm direito a não pagar agua luz e gás!?!?!?! Coitadinhos... o que seria deles se tivessem de pagar pelas utilidades?
E já agora porque é que não se acaba com os motoristas dos cargos publicos??? Quem tem dois braços duas pernas e carta porque precisa de motorista? O resto dos comuns mortais não tem de conduzir??

Palavra de honra que não entendo este pais...

Quando andava na Faculdade tinha uma colega estudante que tinha um emprego de sonho... trabalhava (exporadicamente) como dama de companhia das esposas do corpo diplomatico... e recebia (mensalmente)o que na altura era uma fortuna...duzentos contos, e os vestidos, cabeleireiro e tudo o mais que a ocasião exigisse tambem era subsidiado...

É aqui que as medidas de austeridade deviam ser aplicadas..

O subsidio de desemprego é uma coisa que a mim me faz..."especie"... como referi...antes dos 30 anos, não deveria de existir...segundo, são na verdade necessarios 2 anos para encontrar emprego??? porque não 6 meses dos 30 aos 40 anos e 1 ano posteriormente??
É que trabalho HÁ...bons empregos é que não...

Por incrivel que possa parecer...eu terminei a faculdade há 11 anos... e ainda tenho colegas de curso que NUNCA trabalharam à espera de um "emprego na area"...entretanto casaram e são os maridos que as sustentam... e umas outras estão hoje a trabalhar em boutiques,.... porque perderam validade no mercado....portanto em Portugal o Status de uma carreira é castrador porque a nossa metalidade o permite!

Se eu gosto da area financeira??? Na verdade gosto da area de formação, gosto de comunicação, gosto do marketing, da Publicidade...mas quando percebi que o meio funcionava com redes informais de conhecimento...AKA cunhas.... fiz-me à vida... comecie a trabalhara  tempo inteiro durante o ultimo ano de faculdade e até hoje, estive sem emprego 2 meses na vida... se gostei dos trabalhos que tive??? Não...honestamente não...mas trabalhava, ganhava dinheiro, e consegui a minha independencia...

Tenho um colega comissionista que não vende há mais de um ano (!!!!!!!)...com 40 e muitos anos, a ex mulher sustenta na integra os filhos e os pais dão-lhe mesada...
Nitidamente já se deveria ter lançado noutra carreira e percebido que não vai vingar nas vendas.... e fala alto e  bom som que VAI (um dia indefinido) agarrar o que tiver de ser...mas todos nós, amigos e colegas, conhecemo-lo o suficiente para saber que ele jamais trabalharia num armazem por exemplo...
 Com a idade e a falta de formação não é facil conseguir O tipo de empregos que ele ambiciona e os trabalhos que poderá conseguir não os aceitará...por pior que fique a situação..

Portugal está doente....e as gentes de portugal tambem...

De tudo o que se diz acerca da crise apenas uma coisa me fez sentido:
se tudo acontece por uam razão e não há acasos, a crise, veio forçar-nos de volta ao essencial, veio colocar-nos as prioridades no sitio certo e fazer-nos assentar os pés na terra...pois a população têm vivido com o enfoque nos plasmas LCD's, telemoveis de ultima geração, smart cars e viagens à votla do mundo... a Crise veio gritar-nos na cara que o importante são as pessoas. O indispensavel é o frigorifico cheio e a alegria é estar rodeados dos que amamos gozando de boa saude....

10h da manhã

Trimmmmmmmmmmmmmmmmm

Penso: "o meu tlm pessoal a esta hora!?"

- Estou sim?
- Estou? Bom dia fala a Monica Doscensos.
- Como??
- Fala a Mónica Doscensos
- Peço desculpa não compreendo o seu sobrenome...
- Daqui fala a Monica, estou a ligar por causa dos Censos! Ligou para a linha de apoio??
- ...sim liguei...
- Diga então o que se passa...
- uhmmmm...já expliquei a situação à sua colega que ficou com os dados todos...
- sim mas tem de explicar outra vez.
- ...ok...liguei a informar que não havia sido contactada nem presencialmente nem por correio.
- então e explique-me lá onde é que fica a sua casa.
- quer indicações ou conhece a localidade?
- já sei a localidade, mas preciso saber se é nos predios!
-... não é na parte de moradias..
- antes ou depois da rampa?
- antes... ao lado da farmacia.
- ah já sei a casa remodelada?!
- não, essa é a do meu vizinho. A minha é mesmo a porta ao lado da farmacia, antes da casa remodelada..
- bom não estou a  ver...mas vai fazer por internet é?!
- ...bom... ao que sei o site tem demasiado trafego, talvez preencha em papel...
- bem, eu deixo-lhe as duas opções na caixa do correio. depois este é o meu numero caso preencha em papel proque depois eu tenho de levantar...

Ora pratico pratico esta treta não é.... tive de estar em linha de espera para informar que não tinha sido contactada, depois  recebo este telefonema com esta conversa maravilha com a  menina cujo sobrenome corresponde à actividade do momento....deve ser daquelas meninas de 20 anos que ligam e dizem: é Monica da Zara, ou, é a Monica do Pingo Doce.... esta geração sem grande interesse na sua propria identidade...

...e ainda nem comecei a preencher esta treta... e depois disto ainda falta o IRS...

UFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF que canseira

quinta-feira, 17 de março de 2011

A lua vem cheia de luz e de vida

Diz-se que este domingo teremos a lua mais cheia dos ultimos 18 anos... já está agendado um jantar no jardim com vista priviligiada para a serra de sintra a fim de desfrutar deste cenario...

Está tambem mais que visto que a minha doce primeira e possivelmente unica afilhada, irá nascer nesta madrugada.... não que seja tempo, ela é que está com pressa...a Bennie vem a caminho que queiramos que não, quer o chão esteja terminado, o berço comprado e os modelitos escolhidos... ela chegará quer a madrinha já tneha tido tempo para processar que terá de fazer catequese para se baptizar ou não...

Por falar nisso procuram-se padrinhos de baptismo...um pequeno pormenor que aqui a leiga desconhecia...

Questão... uma pessoa não poderia ser madrinha para todo o sempre, segunda mae etc e tal todas as funções que as madrinhas acumulam sem ter efectivamente de se converter?!

segunda-feira, 14 de março de 2011

making the best of what we got

Carrie Bradshaw finalmente encontrou uma utilidade para os ENORMES biceps e ombros consequencia do surf....

Consegui pela primeira vez na vida carregar uma bilha de gás, das verdadeiras, nada dessas modernices de plastico!!

Good on me que encontrei uma utilidade para justificar estes inesteticos e nada femininos musculos!

Prevejo que qualquer dia nem para usar o Black & Decker será necessario recorrer à força bruta masculina...

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!