segunda-feira, 18 de abril de 2011

Houston....I have a problem...

Continuo em alta com o universo masculino…


Tão em alta que já me sinto sufocar… o que vale é que tudo o que é demais enjoa!

Passei um fim de semana muito interessante…com o tal amigo dos meus amigos… o first date foi a andar de skate paredão a fora até às 00:30h, domingo second date incluiu, surf, quase afogamento, jantar e óptima conversa… no final ..uma tentativa de beijo do qual me safei mais ou menos atabalhoadamente… A verdade verdadinha é que, inesperadamente, este tipo bestial, cuja companhia adoro, passou directamente para a categoria de amigo … e não tenho qualquer explicação…é muito simpático, interessante, temos imenso em comum…adoro estar com ele, conversamos imenso e ….NADA MAIS…não aconteceu click algum…da minha parte…pela tentativa de beijo e a torrente de sms desta manha…acredito que o mesmo não se tenha passado com ele…

Mais duro no meio disto tudo é que o meu EX…com quem jantei a semana passada e que está actualmente em Angola…portanto não propriamente aqui “à mão de semear” não me sai da cabeça… acresce-me ainda a confusão mental de tentar perceber se ele não em sai da cabeça porque não está cá ou porque estarei a “medi-lo” por quem ele era, para mim, os 25 anos ? Tantos “porquês”… e o date do fim de semana já vai na 8ª sms e ainda nem é hora de almoço…

Esta manha tinha uma mensagem no FaceBook com convite para tomar um copo na quarta feira à noite de um pretende; um sms a dizer “esta noite sonhei contigo, aqui fica um grd bjinho” de um segundo pretendente; do date do fim de semana um sms a dizer “que desassossego, não dormi e tudo por tua causa. Um bjinho de bom dia na pretensão de minimizar o mau humor de segunda feira”, seguida de outra a dizer: “o meu amigo lembra-se de ti do apartamento 211”, seguida de outra a dizer “não acredito que possas estar com mau feitio insuportável, já que não te imagino nesse estado”…etc etc… eu só penso SOCORROOOOOOOOOOOOOOO!!!! Larguem-me!



MAY DAY MAY DAY!

7 comentários:

  1. O uso de moluscos gastrópodes (caracóis) para estudos neurobiológicos é vantajoso porque o seu sistema nervoso e comportamentos são intermediários em complexidade quando comparados a outros animais. Os padrões de atividade derivados do sistema nervoso central são modulados por informações periféricas provenientes de vários quimio e mecanorreceptores, os quais desempenham funções importantes na manutenção da homeostase interna. Assim, juntos, elementos centrais e periféricos permitem ao animal modular seu comportamento respiratório de acordo com suas demandas metabólicas. O objetivo deste trabalho originou-se da necessidade da compreensão da atividade respiratória do caracol pulmonado terrestre Megalobulimus abbreviatus, da identificação dos neurônios do sistema nervoso central envolvidos no seu controle, bem como da organização da inervação de uma estrutura-chave envolvida no comportamento respiratório deste animal, o pneumóstoma. Realizou-se a identificação dos neurônios do SNC que controlam o PNEUMÓSTOMA através de marcação retrógrada pelo nervo parietal posterior direito com cloreto de cobalto e biocitina; a descrição da morfologia e da histologia da região do PNEUMÓSTOMA, assim como a análise da presença de monoaminas, atividade acetilcolinesterásica e de imunorreatividade a FMRF-amida nesta região. Também foi realizada a investigação sobre uma provável relação entre o sistema dopaminérgico, serotoninérgico e peptidérgico com os neurônios identificados por marcação retrógrada nos gânglios nervosos centrais, através da comparação entre os neurônios retrogradamente marcados com neurônios imunorreativos à tirosina hidroxilase, serotonina e FMRF-amida. Neurônios retrogradamente marcados foram encontrados nos gânglios pedais, pleural direito, parietal direito e visceral. Encontrou-se na superfície do tegumento do PNEUÓSTOMA um epitélio constituído de uma única camada de células cilíndricas, com microvilosidades ou cílios como terminação apical, envolvido por uma camada muscular bem desenvolvida. Foi possível verificar que a organização da inervação na região do PNEUMÓSTONA está constituída de uma rede neural para suprir a camada muscular e ramos neurais mais finos que estão mais densamente distribuídos em um plexo na camada epitelial e subepitelial adjacente, onde corpos celulares neuronais foram identificados. A análise do padrão de inervação do PNEUMÓSTONA, juntamente com os dados da comparação entre neurônios retrogradamente marcados e imunorreativos no SNC, permitiu concluir-se que o neuropeptídeo FMRF-amida parece ter uma grande importância na regulação motora da região do PNEUMÓSTOMA, assim como a 5-HT, que provavelmente possui uma função motora ou modulatória nesta região, enquanto que a participação da dopamina no controle respiratório deve ser principalmente sensorial, responsável pelas informações provindas do tegumento do PNEUMÓSTOMA.

    ResponderEliminar
  2. Caracol... obrigada pelo input...uma dialectica algo complexa mas, obrigada na mesma..

    ResponderEliminar
  3. UI... temos mel amiga?
    Porque será que só aparecem quando não fazem falta?

    ResponderEliminar
  4. Não sei amiga.... nem entendo..mas não dá jeito nenhum...um de cada vez já é dificil gerir... 4 ou 5...valha-me nossa sra!
    ;)

    ResponderEliminar
  5. Carrie Maria em alta :) Uhuh! Deve ser do bom tempo que eles andam assim!

    Beijinho*

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!