quarta-feira, 1 de junho de 2011

Dilemas Morais

....  A vida com o meu Mr BIG, corre bem...melhora diariamente...aos poucos e  poucos, sem pressões, sem planos...e com muita paciencia para que a bagagem emocional não contamine tudo o que há de novo e de bom...

E como diz a minha amiga Sandra, "um dia de cada vez, não queiras viver tudo de uma só vez, tens de ter paciencia"....e eu sou muito bem mandada, até porque de psicologias percebe ela... a vida tem corrido...  uns dias melhores que outros... por enquanto todos com saldo positivo.

Agora deparo-me com um dilema moral... emocional...e mais uma serie de categorias...é um dilema transversal...

Como dizer a alguem que neste momento me olha como "O anjo"... que me vou embora de Portugal.... e tudo a correr bem...nos proximos dois meses...

A carreira não corre bem e a alternativa é sair de Portugal... dia 17 posso dar os primeiros passos rumo à fronteira...
Se tivesse novamente 19 anos, faria como fiz quando o namorei pela primeira vez ...que desisti da minha entrada directa em psicologia em Coimbra por Comunicação Social em Lisboa ... aos quase 34 anos...parece-me quase holywoodesco deparar-me com semelhante dilema...

Passados todos estes anos, não posso basear uma opção de carreira em tempos de crise, em sentimentos...nem a relação sobreviveria a tal pressão...

Mas o que mais me custa é pensar o quão desorientado poderá- ou nao - ficar com a minha partida por tempo indefinido...

1 comentário:

  1. Pondera... e fala com ele com tudo em cima na mesa!
    De certeza que tudo se resolve.
    PS. Nem penses em ir embora sem antes bebermos café Carrie Maria!
    beijinhos

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!