quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Smile... it confuses THEM

Uns dias mais tarde, regresso. Estou de volta .... as in, I'm back.

Decidi enfrentar a vida de outra forma. Mais positiva mais salutar.
A vida é sempre a consequencia das nossas opções e acções.

Assim... e apesar de não te rmudado nada...mudei eu.

O subconsciente não distingue imagens mentais "imaginadas" das reais "memorias" por isso ando a "enganar" o emu subconsciente com mensagens inventadas positivas. Pensamentos positivos e cenarios mentais positivos.

Na verdade o meu subconsciente não sabe se estou a imaginar um emprego perfeito ou a pensar no meu empregro  epor isso apesar de ter o vencimento em em atraso e um chefe que se esquece que venho da banca e sei que na verdade nunca processou o meu ordenado e não problema algum com a transferencia... escolho pensar que a Cesar o que é de Cesar e ele haverá de ter a recomepnsa divina, justiça divina que provavalemente será uma dura lição que envolva ter muito dinheiro e total solidão...

O meu Mr BIG foi descartado, com grande esforço mas...aos 34 anos há que perceber que aquilo que não em faz bem não deveria fazer parte da minha vida... e não morri...aliás, coincidentemente foi ele que há 15 anos me ensinou que não se morre de amor... e 15 anos mais tarde veio relembrar-me dessa grande verdade universal incontestavel.

Agora tento sorrir e espero que o mundo emr etribua na mesma moeda ...pelo menos essa é a linguagem do sorriso....

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Amor?? Really???

Hoje foi o dia do ADEUS. Aquele permanente, definitivo, a ferro e fogo e pedra e cal e tudo isso...

2h horas foram suficientes para dizer o essencial. Haveria tanto mais por dizer, mas a verdade é que seriam palavras deitadas ao vento e por isso calei-me, ouvi, respondi, expliquei o meu ponto de vista, disse adeus. Dei o ultimo abraço e virei costas sem olhar para trás.

A minha alma está de luto. O meu coração... irremediavelmente paralisado...no que depender de mim, para todo o sempre.

Basta. Isto não é para mim. O amor em geral... tornou-se num sentimento demasiado medido, contido, pesado, considerado, ponderado e cheio de "se's"....e isso não é verdadeiramente amor e por isso, desisto.

Ser solteira pode não ser romantico, nem facil, nem emocionante...mas é tranquilo e não causa dor nem grandes confusões e isso, é sempre mais seguro e garantido.

domingo, 21 de agosto de 2011

Uma semana mais tarde... e nada... nunca uma explicação do porquê da leviandade com que se desrespeita uma pessoa que está na nossa vida há 15 anos.... incondicionamente...

Ocorre-me apenas uma mensagem clara, doloramente esclarecedora quanto à consideração, ou falta dela...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

A diferença está nas semelhanças

Carrie Bradshaw a tentar a todo o custo ignorar o SILENCIO TOTAL, ABSOLUTO, ENSURDECEDOR...e a tentar descontrair nas férias...

Uma coisa é certa, tudo acontece por uma razão, nisso, a minha fé é inabalavel...e se há algo a retirar deste teatro de mau gosto... é que: nem sempre o que parece, é; nem tudo o que luz é ouro; e há pessoas que não valem nada... e quando o universo as une, é a forma cosmica de estragar apenas uma casa.

Quanto a mim... O unico Homem que considerei verdadeiramente diferente dos outros, aquele pelo qual medi os que o sucederam nos ultimo 10 anos... afinal, é EXACTAMENTE igual...

O que explica MUITA COISA MESMO... vendo bem...

Confirma-se empiricamente: Os Homens são todos diferentes; uns são é mais diferentes que outros...

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Não há FODA-SE'S suficientes

Um dia destes escrevo um livro, onde conto todas AS MERDAS que SÓ ME ACONTECEM A MIM!

FODA-SE!

Será possivel que a unica vez na vida que tinha o tlm desbloqueado enviei um sms à unica pessoa que da PUTA da lista de contactos que não era MESMO NADA CONVENIENTE enviar!!??!?!?! Será POSSIVEL!??!?!?!?!?!?!?

Quer dizer, o anima a ignorar-me eu mando um sms com um sinal de +.... OBVIAMENTE que vai pensar que tenho 15 anos e estou a fazer "de conta" que tinha o tlm desbloqueado para forçar um contacto!

FODA-SE! Que puta de sina a minha!

15 anos mais tarde, no surprises. As pessoas são de facto, previsiveis

E como uma desgraça nunca vem só e a minha vida É a excepção que confirma a regra, pois que o golpe da barriga funcionou...e another sucker bites the dust...

É verdade... depois do divorcio concluído... a carta dos filhos parece se soberana... e eu que nem percebo de poker, acho que equivalerá a um straight flush ou um full house... a EX Mrs tinha uma mão cheia de "ÁS" que decidiu quase dois anos após a separação, jogar...and guess what?!?!?!? funcinou e o Sr regressou a casa para "tentar dar uma familia aos filhos"...

Há "homens" muito, mas mesmo muito ingenuos... isto vindo da pessoa que me disse: "estar com alguem por causa dos filhos é como estar com alguem por dinheiro, não é certo"...

Ora o "não é certo" deveria vir com um warning label em letras mais ou menos pequenas a dizer: depende da quantidade de pressão exercida por familiares e amigos tradicionalistas hipocritas que continuam a achar que é melhor viver infeliz pelo "bem" dos meninos e pela qualidade da chantagem emocional exercida pela Ex que ovbiamente está directamente ligada ao numero de vezes que ela repete "já viste? por tua causa crescerão numa familia desmembrada" ou " não queres ver os teus filhos crescer" ou ainda " que raio de pai és tu que não queres estar com os teus filhos"... gosto particularmente da ultima...

Será que nunca passa pela cabeça destes bananas retorquir: "que raio de mulher és tu que engravidas depois de se ter pedido o divorcio" (claro que este comentario deveria ter uma sublegenda a dizer: I'm an ass que ainda lá foi cair com a pila dentro novamente!)...

Enfim... a vida é de facto complicada porque existem homens sem tomates e mulheres sem escrupulos...


Quanto a mim...bom 15 anos mais tarde termino o 3º capitulo com este Sr, de preferencia que seja o ultimo... 5 meses depois...here I am... alone again, naturally.... que é o meu estado normal, quer eu queira quer não...

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

... a vida muda de rumo inesperadamente... e o que esta amnha era certo, umas horas depois deixou de ser...e agora alguem me explic ao que faço eu, que achava ter a minha carreira consolidada...aos 34 anos... sozinha, sem perspectivas e apanhada completamente na curva?!

Prostituição de luxo quem sabe....

Meio pacote de bolachas e compota...

...e ainda assim, este buraco que se abriu no estomago consome-me sem treguas...

Ainda esta manha acordei, de bem com a vida, euforica por entrar de ferias amanha.... mas isso foi esta manhã.... a tarde ficou marcada por uma reunião com o meu chefe em que entre muitas outras palavras figuraram: reestruturação; rentabilidade; alternativas...e algures no meio: "não quero que estrague as ferias a pensar no assunto mas quando voltar temos de nos sentar e conversar ..."

E pela primeira vez na vida...tremi...tremi até à espinal medula. Tremi de medo, de insegurança e senti-me total e completamente sozinha no mundo...

Quem irá pagar as contas?! Não mora cá mais ninguém!? Ninguem está a contratar...

Esforço-me por não ceder à onda de desespero que me assalta de rajada enquanto as lagrimas me correm 4 a 4...sinto a cabela a latejar...Ocorre-me repetidamente ... "o que será de mim?!"

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Adicionalmente

Vou marcar as minhas ferias... e desaparecer durante duas semanas inteirinhas...

Preciso de tirar ferias da minha vida. Preciso de ferias de mim mesma. Ando cansada de estar comigo, essencialmente porque deixei de ser uma pessoa sempre alegre e divertida para ser uma pessoa sempre colada ao tlm sempre a por a vida em PAUSE à espera que outra pessoa carregasse no PLAY.

Basta.
E foi mais um fim de semana em trocas de ultima hora da criança...que na verdade nada mais foram senão motivos para provocar encontros...

Posto isto....cansei-me de "brincar"...

Não posso competir nem com a "carta" do filho nem em escrupulos e valores e principios...
Assim, resta-me sair em debandada...

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!