terça-feira, 23 de agosto de 2011

Amor?? Really???

Hoje foi o dia do ADEUS. Aquele permanente, definitivo, a ferro e fogo e pedra e cal e tudo isso...

2h horas foram suficientes para dizer o essencial. Haveria tanto mais por dizer, mas a verdade é que seriam palavras deitadas ao vento e por isso calei-me, ouvi, respondi, expliquei o meu ponto de vista, disse adeus. Dei o ultimo abraço e virei costas sem olhar para trás.

A minha alma está de luto. O meu coração... irremediavelmente paralisado...no que depender de mim, para todo o sempre.

Basta. Isto não é para mim. O amor em geral... tornou-se num sentimento demasiado medido, contido, pesado, considerado, ponderado e cheio de "se's"....e isso não é verdadeiramente amor e por isso, desisto.

Ser solteira pode não ser romantico, nem facil, nem emocionante...mas é tranquilo e não causa dor nem grandes confusões e isso, é sempre mais seguro e garantido.

5 comentários:

  1. A vida é mesmo assim amiga...
    estupidamente dificil

    ResponderEliminar
  2. Quanto a mim e se me pemites, este dia já devia ter acontecido. Mas mais vale tarde do que nunca.
    Agora tens que fazer o teu luto para voltares a ser feliz, para voltares à vida.
    Mas não deixes de acreditar.
    Beijinho grande :)

    ResponderEliminar
  3. olá Carrie,

    entendo a tua desilusão e estou solidária contigo. o meu marido abandonou-me faz hoje 2 meses, não para ir ter com outra, mas porque sim, nem eu sei porquê. temos um filho com quase 3 anos, e ele nem o filho vem ver, nem ajuda financeiramente em nada. foi-se embora simplesmente.
    deixo-te um abracinho e desejo-te muita força*

    bjs*

    ResponderEliminar
  4. Alix, querida, lamento imenso por ti e pelo vosso filho.

    Eu ando desiludida com a raça masculina. Acho que as mulheres são cada vez amis "homens" e os homens estão cada vez mais "meninas", desculpa a expressão mas falta-lhes tomates! Eu acho que sinceridade e respeito acima de tudo e acho que é o minimo que se deve a quem partilhou a nossa vida. Acho que quando as pessoas deixam de ser felizes juntas devem abrir a boca e o coração e dize-lo! Custa! eu já o fiz, faz agora dois anos... abria a boca e disse-lhe: já não te amo e sai de casa. Acho que o pior adeus é aquele que não tem razão...a dor fica suspensa no vazio e é durissimo processar e começar a fazer o luto, desligar.

    O que te dizer que já não te tenham dito? Que não te serve, que não é para ti?? Já ouviste certamente, mas a verdade é que só tu sabe so que o teu coração quer e ninguem está dentro de ti para saber o que o faz bater... O unico conselho que te dou, é seguires o teu coração. Se achas que estás pronta a começar o luto, força, se não... não forces... o teu coração terá o seu proprio tempo.

    Quanto ao vosso filho: advogado! JÀ! é uma coisa que não entendo são os homens que fazem filhos e depois desresponsabilizam-se como se isos fosse opção!

    Agora, outra coisa se um dia os vossos caminhos se cruzarem... confirma que ele está contigo por ti e vice versa.

    Só o amor é real....
    O problema é que hoje em dia não se sabe amar, verdadeiramente. Amar de corpo e alma, amar incondicionalmente, amar para sempre, amar outro tanto quanto nos amamos a nós... amor de tirar o folego, de nos fazer sorrir e ficar acordados a noite inteira... AMOR...
    Hoje confunde-se com conveniencia, com sombras de sentimentos, com regras e obrigações sociais,com instintos de desncendencia... com tudo oq ue não é verdadeiramente amor.

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!