quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Smile... it confuses THEM

Uns dias mais tarde, regresso. Estou de volta .... as in, I'm back.

Decidi enfrentar a vida de outra forma. Mais positiva mais salutar.
A vida é sempre a consequencia das nossas opções e acções.

Assim... e apesar de não te rmudado nada...mudei eu.

O subconsciente não distingue imagens mentais "imaginadas" das reais "memorias" por isso ando a "enganar" o emu subconsciente com mensagens inventadas positivas. Pensamentos positivos e cenarios mentais positivos.

Na verdade o meu subconsciente não sabe se estou a imaginar um emprego perfeito ou a pensar no meu empregro  epor isso apesar de ter o vencimento em em atraso e um chefe que se esquece que venho da banca e sei que na verdade nunca processou o meu ordenado e não problema algum com a transferencia... escolho pensar que a Cesar o que é de Cesar e ele haverá de ter a recomepnsa divina, justiça divina que provavalemente será uma dura lição que envolva ter muito dinheiro e total solidão...

O meu Mr BIG foi descartado, com grande esforço mas...aos 34 anos há que perceber que aquilo que não em faz bem não deveria fazer parte da minha vida... e não morri...aliás, coincidentemente foi ele que há 15 anos me ensinou que não se morre de amor... e 15 anos mais tarde veio relembrar-me dessa grande verdade universal incontestavel.

Agora tento sorrir e espero que o mundo emr etribua na mesma moeda ...pelo menos essa é a linguagem do sorriso....

6 comentários:

  1. Boa!!!
    Sê bem-vinda mulher cheia de força!
    Estou cá para te ler :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Força...coragem não te faltam...
    Esta na hora de ser retribuido

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Assim é que é, nada de desânimos, Carrie. Posso dizer-lhe que conheço um alentejano para quem o Mundo começou aos 40...))

    ResponderEliminar
  4. MENINAS! Queridas...obrigada por estarem SEMPRE desse lado!!!!
    Um grande Bjinho e um abraço apertadinho!

    ResponderEliminar
  5. Salvador,

    Eu já acordei pra vida felizmente há muito tempo, pois tive quem me orientasse nesse sentido...o meu problema é que quando gosto tenho tendencia a embrulhar-me e cair nos problemas dos outros...e isso tem que mudar... já me chegam os meus não posso afundar-me nas tristezas alheias..tenho que filtrar...o que é bom para mim, fica...o que não é ...fora! E tenho que ser firme! Afinal, sou uma mulher ou um rato!? EIN!?

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!