quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Os condutores são de Marte e as rotundas de plutão!

Eu sei que reclamo excessivamente acerca da condução em geral, e este é, provavlemente o blog onde figuaram mais posts acerca dos tugs nas estradas, mas ainda assim, não deixo d eme questionar, QUAL A PUT@ DA DIFICULDADE em circular nas rotundas!?!??!?!?!

Não percebo! Aquilo é logico!
1º não é uma autoestrada, pois certamente teria portagem! Por isso, porque é que se entra nas rotundas a 80kms/h ?!?!?
2º não é um cruzamento! Logo, NÃO, nem os condutores mais CIVILIZADOS têm o direito de parar dentro da dita para ceder passagem!!!
3º É obvio que não se deve fazer a rotunda toda por fora!! a menos que seja uma rotunda de uma só faixa, daquelas pequenas dos bairros!
4º APÓS a saida IMEDIATAMENTE ANTES da pretendida é que se muda de faixa, do interior para o exterior, e UMA FAIXA DE CADA VEZ (não é dar uma de Fitipaldi de levar 3 faixas de uma só vez!) e se põe so pisca! Não é ligar o pisca e vir a falhas as saidas todas com o pisca ligado!!
5º E tambem não é FAZER A ROTUNDA TODA POR DENTRO e quando chega a saida decidir sair à PAPO SECO!

Isto não é dificil, é senso comum! Por favor!!!!! APLIQUEM_SE! Isto é como reciclar, só custa as primeiras vezes depois é um habito comom escovar os dentes!

Destemidamente contra uma parede...

I have a sneaky feeling que ainda vou ter de fazer uma declaração de amor antes de um certo e determinado avião levantar voo...

Porque na verdade...o que tenho eu a perder? NADA! Absolutamente nada!


Estou a pensar assim num encontro casualmente forçado estilo emboscada e um derrame de palavras directas e genuinas... parece-me the safest way to go...

Na pior das hipoteses e a mais provavel, diz-me que tambem gosta muito de mim, mas não assim. E eu... pelo menos durmo descansada com a consciencia tranquila de que fiz realmente TUDO o que havia a fazer...e num futuro proximo ou longinquo... não terei: "se's" na minha cabeça. Odeio "se's"!!!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Lei de Murphy...quando pensas que o pior já passou

E como na minha vida, quando menos se espera ainda há margem para mais uma má noticia... o meu Mr BIG, vai embora de vez... de Portugal...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Há dias em que é dificil permanecer centrada e positiva... há dias, como o de hoje, em que a unica saida possivel está num sofá, uma manta, zapping, uma garrafa de bom tinto e um pacote (dos grandes) da lays no FORNO...

Há dias assim...dias em que uma reunião com o chefe nos parece o fim do mundo, dias em que um email sem resposta de alguem importante soa a negligencia...

Há dias em que ponderamos afinal para que trabalhamos e que questionamos se não seriamos tão mais felizes a viver com o minimo indispensavel...

Há dias em que questionamos que tipo de pessoas existem neste mundo e quem as terá educado para serem totalmente desprovidas de humanidade e serem governandas por coisas tão insignificantes quanto numeros e cifrões....

Ha dias...como o que hoje... em que chego a casa, forço-me para não me entregar por momentos ao desespero da insegurança e incerteza ... engulo as lagrimas... e tento preencher o cerebro com pensamentos positivos...sempre ignorando o facto de que sou eu por mim... não há ajuda de ninguem nem sequer apoio moral...

Há dias...como o de hoje, que apenas posso centar-me no facto esperança e acreditar que tudo acontece por uma razão e que apesar de não ver o resultado final...há males que vêm por bem...

Melrose Place 2750 Cascais 2011

http://sexoealocalidade.blogspot.com/2010/09/melrose-place-2750-cascais.html

Há um ano atrás, mais dia menos dia, dissertava acerca das novelas mexicanas que compoem a tragedia grega que é a minha vida... e olhando em perspectiva... muita coisa mudou sim...mas no seu essencial... permanece tudo exactamente igual, senão vejam:

- a amiga que se vai casar



- a amiga que é casada e pensa em divorciar-se mais vezes do que seria aconselhável


- a amiga que ainda não se conseguiu divorciar e já formou uma nova família


- a amiga que desde que foi mãe olha de cima para quem não foi


- a amiga que mudou de vida, de cidade, de emprego, de casa e agora foi abandonada na província


- a amiga que descobriu ontem que o marido a trai


- a amiga que só é feliz no casamento porque trai


- a amiga que se ilude a pensar que vai mudar o FDP com quem anda a dormir


- a amiga que suspira pelo EX






E eu... que continuo solteira....


-A amiga que se ia casar, casou e vive feliz no seu conto de fadas, e acreditem que eles vivem mesmo num conto de fadas, é o universo deles, à parte do mundo...e são MESMO felizes. Estão a fazer planos para engravidar.
 
- A amiga que pensava demasiadas vezes em divorciar-se está gravida, deve dar à luz na proxima semana... não tem falado de divorcio...só de bebés e coisas de bebés e ainda...bebés. Mas ao que sei... está tudo bem, para já....
 
- A amiga que não se conseguia divorciar e já tinha nova familia....continua EXACTAMENTE no mesmo ponto... tem nova familia e continua no papel casada...com outra pessoa que não aquela com quem vive.
 
- A amiga que havia sido mãe e olhava com desdém a quem não o era, já desceu à terra e agora procura a amizade que negligenciou desde que havia descoberto o super poder de se reproduzir (citação de seinfeld). Ainda bem! Mas agora acresce o novo factor...é que não suporta o marido e há quase um ano que tem um amante que tambem é pai de outra familia....
 
- A amiga que mudou de vida e foi abandonada na provincia consegiu regressar à metropole e é feliz no papel de amante de um tipo casado que por acaso é seu chefe
 
-A amiga que descobriu que o marido a traia, decidiu ignorar durante um tempo...mas o problema com os elefantes na sala é que por mais que se ignore é impossvel não lhe dar uns encontrões inusitados...now and again... vai HOJE à primeira reunião com o advogado para dar inicio ao processo.
 
- A amiga que trai, continua a viver sob a mesma filosofia... faz uns "spas emocionais". E continua felizmente casada.
 
- A que se iludia que podia mudar o FDP com quem dormia, já mudou de FDP algumas vezes e continua na ilusão de que o proximo será o THE ONE....
 
- A amiga que suspira pelo EX... continua a suspirar pelo ex....
 
E eu...continuo solteira... vou suspirando pelo EX, por quem continuo apaixonada... quieta e só no meu canto... o resto do mundo continua a ver-me como a miuda bem disposta e cheia de energia... que me esforço tanto por aparentar ser...
 
Mas no final das contas... e depois dos resultados analiticos... a minha vida em comparação com a vida destas minhas amigas.... é um mar de rosas, um pedaço de bolo!!!
 
E é por estas e por outras que quanto mais sei da vida alheia mais feliz sou com a vida que levo...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Surfing stress away

Ontem fui deixar o stress em alto mar!

Com o sol a por-se no horizonte e até não ser ver absolutamente nada ...estava Carrie Bradshaw sentada numa prancha em alto mar a apanhar umas ondinhas até o stress se dissolver por entre as aguas salgadas da praia de carcavelos.

Cheguei a casa pelas 21h...lavada de todo o peso do dia, de todos os problemas mundanos do mundo empresarial e com um sorriso de orelha a orelha.
Cantei a caminho de casa, alto e bom som, com os vidros abertos os cabelos molhados despida de qualquer vergonha e feliz da vida...foi um daqueles raros momentos em que pensei: não trocava a minha vida por outra!

Felicidade pura simples, sem condiconantes nem limites. Felicidade autonoma, MINHA.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

O dinheiro não se come

Fico mesmo mesmo irritada com as decisões empresariais que se tomam ao abrigo da CRISE!

A CRISE é um vocabulo abrangente, geral, e como tal abarca uma serie de pecados... serve de bode espiatorio a tanta trafulhice no mundo empresarial...mundo esse que quanto mais conheço mais abomino.

Em Portugal trabalha-se mal, sim é um facto, mas os maus exemplos vêm de cima!Em Portugal gere-se mal e quando digo mal não me refiro a formas de eficiencia mas sim a actos conscientes e deliberados de prejudicar terceiros em beneficio proprio...em nome da tal CRISE.

Eu acredito na justiça divina ou universal mas nos entretantos custa-me imenso ver as injutiças cometidas, as vidas prejudicadas ao abrigo da justificação da crise.

No mundo empresarial, continua a vigorar um especime de gestor da velha guarda que só gere o proprio umbigo, não olha a meios nem valores nem principios, que assume uma posição de desresponsabilização social assustadora, uma leviandade imoral e ainda por cima... sai incolme de tudo isto!

Mentes minusculas, despresiveis, miseraveis, tacanhas, obstusas, cretinas, mentes a meu ver criminosas que operam livremente, sem barreiras, bem limites e sem punição...

Começo sinceramente a temer pelo futuro desta nação onde as PME's são a sustentação da economia, meio esse onde impera a pequenez de espirito e o beneficio proprio demasiadas vezes confundido com espirito de empreendorismo.

Quando vamos começar a perceber que o importante são as pessoas e o meio ambiente?!?!?

Há um ditado indio que diz: Only when the last tree has been cut down; Only when the last river has been poisoned; Only when the last fish has been caught; Only then will man find that money cannot be eaten

E a nossa economia está para Portugal e para a nossa sociedade como os rios e as arvores e o peixe para os indios... Ou seja, quando estiver tudo na bancarrota, quem beneficiou vai perceber que o seu dinheiro e/ou a sua empresa, por si só não faz mover a economia...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

INSOLITO

Esta manha um simpatico sr guarda, entra aqui no edificio e dá um pre-aviso de cortesia que iria começar a multar todos os veiculos que estivessem mal estacionados... foi o caos durante uns minutos mas ao que sei aqui do escritorio ninguem foi multado.... uma colega, que nem multada foi, mas que gosta sempre de ser muito expedita, dirigiu-se a um dos guardas questinou a quem reportava e ligou para o posto dizendo que não se justificava que havia carros no centro da cidade a impedir a circulação e que aqui na periferia era um pessimo uso dos recursos dos contribuintes....

Qual o resultado: esteve um carro patrulha a multar de manha, agora regressou o capitão do posto  multou a rua inteira e avisou que enviará novo carro à tarde e nos proximos dias, teremos o mesmo tratamento, em retribuição do "teelfonema que alguem aqui da rua fez a reclamar do exercicio" das suas funções...

Penso que a isto se chamam represalias....

Não compreendo nem a atitude da colega (acho que os guardas até foram cordiais a dar o pre aviso) e muito menos a atitude do comandante do posto que não podia ser uma pessoa "maior" e ignorar o comenatario de uma mulher com falta de atenção?! O que aconteceu ao manter a paz e a ordem?!

Agora quem paga?!?!?! TODOS nós que trabalhamos aqui na rua!!!!

Prova viva que violencia gera violencia.... & misery loves company!

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Destino...

The world works in misterious ways...

Enquanto uma mulher acordava de manhã e se vestia para almoçar aquele que poderia ser o amor da sua vida, outra mulher acordava ao lado deste mesmo homem, no dia mais feliz da sua vida, sem querer aceitar o obvio, que ele não estava ali por amor a ela...

A vida é ironica e a dor de uma pessoa é a alegria de outra...

Mas não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe....

Não há nada a fazer a não ser adormecer na esperança de que na manha seguinte a vida acorde de bom humor.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Coisas de MULHERES

Eu sou mulher e adoro se-lo...mas há momentos em que tenho vergonha de pertencer a este genero!

Há TANTA falta de bom senso a imperar que me causa nauseas!

Já nem falo da falta de escrupulos em jogos emocionais pois já aqui disse que não concordo que no AMOR e na Guerra valha tudo...acho que vale tudo menos falta de honestidade, respeito, principios, moralidade, humanidade ect...e claro o velho truque de "eu sou mulher o corpo é meu, sou eu que decido se sou mãe e tomo todas as decisões importantes relativamente à criança..."

Falo das coisas mais basicas e simples... desta FALSIDADE e INVEJA que não sei explicar porque existem nem qual o proposito que servem...
Se ninguem consegue dizer na cara de uma amiga: "Estás TÂO GORDA" porque é que conseguem dizer: "estás TÃO MAGRA!!"

É que se não têm nada de positivo a dizer porque é que abrem a boca?!?!?!

E é nestas alturas que eu gostava de ser um CABRA do priorio e responder: " pois... eu estou mais magra e tu SEMPRE tão GORDA"

Toda a puta da vida levei com esta conversa! Ora se tenho 1,68mt e peso 55/56kg, que eu saiba sou saudavel e estou dentro dos paramentros de IMC normais!

Ou andamos armados em EUA em que um numero 34 é considerado anorexia!??!?!

Não compreendo!!! Juro que não! É a mesma coisa que chegar ao pé de alguem e dizer: "és TÃO feia" ou "És TÃO burra"...

Eu abro a boca para tecer comentarios positivos e se não encontro nada de positivo para dizer fico calada! Por amor de Deus!

Toda  a vida fiz desporto toda a vida tive o mesmo peso e uso o mesmo numero de calças...ok...deixei de ter bocheças...como qualquer pessoa depois da adolescencia! MAs o que é que posso fazer?!?!?!? Ficaria mais bonita com bochechas?!?!? Provavelmente ficaria mais "adoravel" ou "fofinha" ou todos aqueles adjectivos que sempre ODIEI ...mas tenhos 34 anos...não tenho cara de menina mas de mulher!


Que gentalha! Tive uma Mestre que me dizia: "os vampiros são reais. Não chupam é sangue, que é simbolico...chupam energia" e digo-vos que é verdade!

As raça humana, e em especial as mulheres não podem ver outras mulheres, nem bem, nem melhor que elas, ainda que estejam mal tambem! Gostava que essas pessoas pensassem que da mesma forma que ficariam de rastos se alguem lhes dissesse que estam TÂO gordas, o resto da humanidade não gosta de receber criticas acerca do aspecto fisico! DASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Felicidade pura e simples

Já me havia esquecido do privilegio que é, sair do escritorio, pegar na prancha e entrar dentro de um mar perfeito, com dois ou três amigos, e ficar em silencio entre sorrisos e olhares cumplices a apanhar umas ondas enquanto o sol se poe no horizonte...

Ontem encontrei o que havia perdido há cerca de 6 meses atrás...ontem, senti-me EU.


Retirado de Shiuuu

Ontem, para mim.... foi esse dia... em cima de uma prancha - pela primeira vez desde que havia partido a cabeça,tambem a  surfar, há umas semanas atrás - cheia de confiança na vida e de coração aberto...percebi que voltei a ser feliz... por mim...e sem todos os acessorios que considerei serem indispensaveis.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

COISAS QUE AMOOOOOOOOO

Saber que vou sair daqui a nada, pegar na prancha e surfar até o sol se por....

Coisas que não suporto

ODEIO gente sovina... é que detesto MESMO!

O meu chefe é do genero....

Depois existem aqueles SEM VERGONHA na puta da cara que nos casamentos ou dão o envelope vazio a pensar que os noivos com o barulho das luzes nem reparam, ou ainda aqueles que dão tão pouco que nem cobre o custo da cadeira que ocupam e que deveriam ter vergonha de trazer companhia a chegar de Mercedes topo de gama...mas não... não estão "nem aí"...

Eu gosto de DAR e não consigo perceber que raio de relação têm as pessoas com o dinheiro... parece-me doentio...e lembro-me sempre do tipo de que me convidou para jantar no meu aniversario, escolheu o restaurante, não me deixou escolher o vinho que eu quis porque era demasiado caro, e depois deixou-me pagar a conta.

Não suporto o "ficas a dever 30 centimos, dás-me amanhã"...ou ainda, como uma colega de trabalho que tive, que telefona para o namorado com quem vivia a dizer: "olha lembrei-me que não havia natas lá em casa e comprei um pacote, custou 45 centimos depois acertamos contas"

Há coisas que eu não compreendo e nem quero compreender, sinceramente.

MAs gostava mesmo é que as pessoas percebesse duas coisas:
1º - Partilhar é mais saudavel e o universo retribui
2º - O dinheiro não se come e o importante são as pessoas!

Reestruturar a vida...como se faz?

Na vida, passamos por fases diferentes... algumas repetem-se outras inundam-nos de sentimentos novos, por desbravar...sentimentos virgens....

Eu, creio, com toda a margem para duvidas, que estou numa dessas fases revolucionarias que me irá conduzir a um mundo inteiramente novo....de preferencia admiravel..but one can only hope...

Sinto-me.... nem sei bem definir...num VACUO... talvez seja a melhor palavra... um espaço vazio indefinido...

Estou numa daquelas chamadas crises existenciais ...talvez.... só sei quem sou, mas não sei para onde vou... e isso incomoda-me imenso.

Eu sempre fui de planear...planear a vida...mentalmente pelo menos...obviamente que nunca nenhum dos meus planos se concretizou....e a vida foi acontecendo enquanto eu escrevia algures as minhas aspirações...

E aquela certeza que existia na Carrie de 20 anos que o resto da vida seria ao lado do meu Mr Big (sim, o actual que reapareceu ao fim de 10 anos)... hoje, evaporou-se da Carrie de 34 anos...

Tenho certezas acerca do que sou, de quem sou... já não me iludo a mim mesma... sei o que valho, sei aquilo que não sou e ainda aquilo que quero e não quero...só não sei para onde vou.

O meu Mr Big, que tem entrado sem pedir licença por diversas vezes ao longo da minha vida, voltou a sair... portanto uma serie de certezas que sinto quando e sempre que estamos juntos (ao longo dos anos) foram-se (talvez tenha sido ingenua em criar novamente essas "certezas expectaveis").... portanto pessoalmente estou num vacuo emocional. Profissionalmente a minha carreira vale tanto quanto um saco plastico usado largado ao vento, e agarro-me, precariamente a este emprego que na verdade nunca me satisfez, mas é o unico que tenho.... mais uma vez estou num vacuo profissional

Ora isto retira-me identidade... se sempre me identifiquei pelo meu brio profissional (com grande esforço e apesar de não amar naquilo que faço, sempre tentei ser o melhor que poderia ser), hoje isso não tem valor algum...

Sinto-me perdida...sem rumo.. e como tal, não sei para que lado é norte para poder nortear o meu trajecto... resta-me penso eu...ganhar coragem e reestrurar a vida..

A minha duvida é... como é que isso se faz!??!?! Por onde começo?!?!?!

Impotencia

Hoje li uma frase que fez "luz" no meu cerebro.... não se trata de um conceito novo, revolucionario ... não descobri a polvora mas processei de outra forma...isto acontece-me frequentemente... receber a mesma mensagem de interlocutores diferentes e de subito há uma que é transmitida de certa forma que faz click no meu cerebro...

Esta manha li "No amor não temos qualquer poder, não podemos nada"...e é verdade! se não podemos "obrigar" ninguem a gostar de nós...e mesmo podendo?... seria desejavel? Quanto a mim não...

É verdade no AMOR não podemos nada...podemos lutar sim, mas não temos poder sobre o sentimento dos outros...

Gostei disto deixou-me traquila ...

Cada um temo seu caminho...e cada um tem o seu destino...

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A terapia das rotinas

Há quem se queixe da rotina. Eu sempre fui uma pessoa de rotinas. Gosto delas! Proporcionam-me um sentido de segurança, estabilidade e mesmo paz e tranquilidade.

Não gosto de terminar o dia, chegar a casa e não ter a certeza que cheguie para ficar. Não gosto de estar ou não à espera de um telefonema para decidir se saio de casa. Não gosto de planos inesperados. Gosto de supresas quando gosto de quem mas oferece, caso contrario... não sou aquela miuda divertida da sexta feira, que pega no telemovel às 19h e desata a ligar às amigas a desafiar para jantarada e saida. Não sou. Talvez fosse mais divertida se fosse mas não sou e não acredito em contrariar a minha natura....coisa que alias tenho feito nos ultimos meses...

Esta semana pela primeira vez em muitos meses, tive aquela sensação deliciosa de entrar em casa (dizer como digo sempre: OLÀ CASINHA! VOLTEI) , fiz o meu jantar, bebi um copo de tinto vi uma serie enquanto jantava no sofá e depois fui para a caminha ler....e pensei.. "é isto! isto é o que me deixa feliz tranquila"

Hoje tive um dia mau.... depositei demasiadas expectativas numa entrevista de emprego... by the way... havia de haver um policiamento aos anuncios de emprego publicados, especialmente por grandes grupos e multinacionais. Um gestor comecial não é um comissionista a recibos verdes!.... moving on.... deparei-me com um cenário oposto ao que tinha imaginado e ruiram os planos que na minha mente construí quando agendei a entrevista.... portanto NADA me sabe melhor que chegar a casa, tratar das minhas coisas, das "lides domesnticas" (que confesso serem terapeuticas...mecanicas e não requerem qualquer tipo de esforço mental), preparar um jantar optimo, e dormir cedo que amanha inicio a manha com uma surfada matinal logo pela fresca das 8h da manha...e pronto...basta-me isto!

Sou tão FACIL de agradar! Sou feliz assim.
Gosto de saber oq ue vou jantar, que serie vou ver na TV, que vou ter tempo de ler em silencio, que vou dormir cedo, acordar de madrugada e chegar a praia antes das ordas de gente, cheirar a maresia, sentir areia gelada debaixo dos pés e rir com os meus amigos logo para começar o dia... isto a mim, deixa-me feliz... Pronto!

Mas eu sempre fui assim. Sempre fui caseira, uma epocas mais que outras, sempre desfrutei de um belo prato de comida, sempre gostei de ouvir a chuva lá fora, do silencio de viver sozinha, das pequenas rotinas de uma casa. Nunca reclamei porque não as sinto como algo negativo, antes com fios condutores pelos quais pauto o decorrer do dia a dia.

Gosto da paz que me transmitem e sinto-me segura  no meio delas... As rotinas são o meu chão, os meus pés assentes na terra!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

AMOOOOOOOOOOO

ITALIA.

Sou fixada em ITALIA. Para mim o melhor, mais bonito e mais rico pais do planeta!





COISAS que ADORO

Para não ser sempre do contra, contestatária, AKA taliban e outros nicknames afins...  Vamos falar de coisas que ADOROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO


ADORO, ler na cama e na praia

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!