segunda-feira, 14 de novembro de 2011

usurpadores da paz

PEDITÓRIO NACIONAL

Pedintes, arrumadores, indigentes e afins... VÃO TRABALHAR!!!

Nunca tive muita compaixão pelos mendigos com "cabedal" para trabalhar que escolhem estar num qualquer semaforo ou esquina a pedir "moedinha", ao invés de se fazerem uteis e trabalharem... trabalho, desde que honesto não crime, não ofende nem doi!

Sinto-me INDIGNADA quando tem tempo de crise, me vêm pedir dinheiro! Sinto e na verdade nem consigo responder de forma indiferente! Solto-lhes os cães em cima! Parece-me quase falta de respeito virem pedir-me dinheiro na rua!

A semana passada um tipo plantado ao lado do parquimetro do estacionamento da finanças.... aborda-me e diz-me (a mim que ia às fiananças pagar imposto de selo sobre uma doação de filhos para pais, de patrimonio que está na minha familia há quase 70 anos...portanto ia "muito bem disposta") "minha senhora, não me arranja uns trocos que eu estou no desemprego?"

....a juro-vos que a minha vontade foi partir-lhe os dentes... um tipo daqueles com mais de 1,80, mais de 120 kg e menos de 30 anos...ali a pedir esmola....
Respondi-lhe curta e grossa: "você está no desemprego eu estou quase!"

E foi o mais simpatica que consegui ser! Um coisa são os peditorios nacionais contra o cancro, banco alimentar etc.... outra coisa são estes ANIMAIS que optam por viver do trabalho dos outros...
Para agravar, há uma Panisol, a 10 mts desse parquimetro, creio que teria mais sucesso que à porta do estabelecimento pedisse uma sopa ou uma sandes...mas não... é sempre a puta da moeda porque aos outros não custa a ganhar!

No dia seguinte, em casa dos meus pais, tocam, abro a porta e vem um tipo mal encarado, ainda que jovem e tanto quanto pude apurar em condições para trabalhar: "Ando a pedir para ajudar uma organização de jovens com Sida".
Respondi-lhe que não queria contribuir e ainda lhe desejei boa sorte.
O ANIMAL responde-me: "granda coração!!"
Dois minutos depois na entrada das traseiras (cujo acesso é por outra rua) "boa tarde ando a pedir para ajuda de meninos abandonados" .... O MESMO FDP!!!!

Respondi-lhe: acabei de lhe dizer que não na porta da frente
Ficou todo encaralhado, olhou para o chão e nem me respondeu.
É lixado ser apanhado em flagrante!

À entrada do Pingo Doce, uma bancada com animais de peluche, canetas e porta- chaves:  é para contribuir para uma instituição de crianças maltratadas quer contribuir? Lá contribuí e pedi recibo: "ah isso é que não temos..."

Enfim...em tempos dificeis, há quem opte por enganar os outros.... e esses "OUTROS" andam fartinhos e gostavam que a policia andassee em cima disto, porque no que me toca: OFENDE-ME. não há direito de me abordar na rua... uma pessoa não pode andar descansada! Os arrumadores voltaram em força..s.empre com o seu ar sinistro e aquele olhar "ou me dás uma moeda de 1€ - porque 0,50€ é desrespeito- ou risco-te o carrinho".... e penso que a policia em vez de andar a multar carros estacionados deveria dedicar-se a manter a ordem e a paz nas nossas ruas!

A MENDICIDADE, ofende-me!

Eu não me importo de contribuir, faço doações de roupa e afins, contribuo para o banco alimentar, compro pirilampos e afins...agora não me venham pedir moedas! VÃO trabalhar como o resto do mundo!

1 comentário:

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!