quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

When you least expect it....

Sometimes, your past just bites you in the ass, out of nowhere...

Estava eu sossegada, via chat a falar com o padrinho da minha afilhada que foi recentemente para o Brasil quando.... zás.... nova janela... o SR EX-EX da novela do ano passado (http://sexoealocalidade.blogspot.com/2011/09/destemidamente-contra-uma-parede.html)...

O Sr que não teve tomates e fugiu para Angola. O Sr que pela segunda vez na vida me destroçou o coração... mas que sempre foi o amor da minha vida... ahhhhhhhhhhhh estas coisas dos grandes amores... que complicação....

Muito bem...em Angola...mais feliz, mais tranquilo e por isso decidiu vir desestabilizar uma pobre e inocente mulher à beira de um ataque de nervos...

E ainda me fez chorar...

E a verdade é que podem passar-se outros 10 ou 15 anos...que Aquele....estará sempre no meu coração...

Enfim.... aqui há uns dias o Pedro falava-me acerca de uma proposta de trabalho para Angola, e dizia que jamais me levaria porque lá estava a minha "história inacabada"...e eu jurei-lhe a pés juntos que estava mais do que encerrada e enterrada... mas percebo agora que não.

..Acho que só com ele poderia ter estado 2h via chat a discutir tecnicas de pintura e o que diz Kandinsky acerca da arte abstrata e a trocar fotos de quadros que ele tem pintado nas horas vagas de ser um advogado hotshot....Só com ele poderia ter tido esta conversa e ainda conseguir emocionar-me às lagrimas enquanto ele me escrevia que gostava tanto de me poder ajudar...e claro que eu tenho este ar BAD ASS... mas não sou imune à ideia de que uma vez na vida, um tipo chegaria a cavalo para me salvar das garras do monstro do meu chefe... tal e qual cinderela...

E como eu precisava que essa vez na vida fosse agora...

Enfim, ele tem o dom, e sempre teve de me transformar numa miuda adolescente meia trapalhona que se hipnotizava a cada palavra sua... sempre sábias, sempre tão inteligentes...

...e agora, tenho vontade de chorar... acho que vou ali à casa de banho ter um acesso de auto-comiseração...antes de lavar a cara e vir fazer o telefonemas que o meu chefe me pediu...

AHHHH a minha vida poderia ser tão boa...mas depois, não era a mesma coisa! DAMN IT!

Monday parte 2 (AKA wednesday BAH)

Eu gostava de voltar a ser a miuda que era quando comecei este blog... sempre em alta e sempre em cima do acontecimento... mas, há dias.... ultimamente...semanas inteiras.... it just isn't in me....

Não consigo....eu tento... e quem se cruza comigo deve pensar: esta é uma tonta, porque está sempre tudo bem...
Claro que quem me conhece bem... sabe perfeitamente (mais do que seria desejavel, na verdade) que não é bem assim...

Hoje foi mais um dia dificil... o ordenado a entrar tarde e más horas... desprovido de comissões (WHERE THE FUCK ARE THEY?!?!?!?!)... o que deita por terra qualquer tentativa matinal de me manter positiva... primeiro porque feitas as contas vai sobrar TANTO mês depois do ordenado e segundo porque vou ter de ir ali ao gabinete do idiota, dar mais um murro na mesa, vejo-lo tremer, e andar a repetir esta terapia até ele pagar tudo.... e isto começa a ser um ritual .... e eu dispenso este tipo de rituais... um dia destes, não apareço, e quando ele telefonar, digo-lhe, "olhe não me pagou as comissões, não tenho dinheiro para ir trabalhar"...

AHhhhhh o que eu odeio gente de meia tigela pah! Se eu mandasse, estes cretinos iam provar do proprio veneno...

Posto isto, e após uma analise exaustiva do estado da minha conta bancaria (que infelizmente demorou cerca de 2 minutos)... concluo que posso declarar insolvencia no final deste mês.... o que me fez considerar uma proposta que pode, se eu quiser, estar em cima da mesa... para ir para o Brasil...

E isto leva-me a outro problema... como dizer isto ao tipo que vive lá me casa??? Aquele que volta e meia me fala de filhos...e essas coisas de gente grande, para as quais a minha pessoa ainda não desenvolveu estrutura para considerar a possibilidade a curto prazo...e por curto prazo entenda-se, um ano ou dois... sendo que por vezes suspeito que posso estar numa menopausa precoce... quase 35 anos e sem filhos...acho que o equipamento desiste e deita a toalha ao tapete...

Os meus ovários devem sentir-se um pouco como os portugueses neste momento: esta merd@ já era...para quê continuara tentar?!

E lá está... eu... continuo a olhar para as minhas amigas mães, casadas... e penso: "é que não invejo MESMO nada a vida delas!" .... mas MESMO NADA, EM NADA!... posso um dia destes engolir as minhas palavras... até é o mais certo, mas por agora...continuo a duvidar se serei ou não mother material...

Já me estou a dispersar... a questão hoje, é de ordem financeira... e a minha depré... é pensar que apesar de todo o esforço... financeiramente, já fui... o que é um pouco ridiculo... já que este tipo de analise é o que faço na vida...how did i not see this coming?!... mas em casa de ferreiro...

Enfim... estou triste... quero a minha vida natiga de volta e não nasci para me preocupar com dinheiro... e se eu algum dia, nesta vida ou no além apanho o animal que inventou o dinheiro....juro que aplico os meus 10 anos de treino....e parto-lhe a cara toda...e a seguir, meto-o a trabalhar para o meu chefe! MAINADA!

Que chatice.... a vida podia ser TÃO BOA....

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

I hate mondays!

Segunda feira.

Odeio segundas...BAH!

Estou a tentar manter-me positiva, deveria ser um dia positivo, o Boss continua ausente (YEAH!)... mas há clientes que pelo amor da santa me tiram do sério...eu estou com TPM...por isso a numero de inspirações profundas é a dobrar e o efeito pela metade...

Estou cansada de gente prepotente, autoritária, que não pede mas ordena e estou especialmente cansada de figurinhas tristes que  me tratam por DONA e por baixo do nome escrevem, advogado.
Tenho mesmo vontade de responder:
"Não sei a quem se refere, aqui trabalha uma pessoa tão licenciada quanto sua exª, apenas com mais humildade e que não liga UM CAR@LHO a titulos académicos mas sim a competencias!!! SEU ANIMAL!"

Odeio pessoas que puxam dos galões como se fossem mais que os outros mas mains ainda odeio clientes que subscrevem um uma letra e exigem um alfabeto!
Chico-espertismo aqui não pega: quer o pacote deluxe, pague!
Não espere pedir um copo de agua e que lhe seja servida uma EVIAN!

Hoje acordei virada do avesso e chego aqui e levo com gente cretina....ai s eue pudesse responder à letra! JASUS!!! Era o fim do mundo em cuecas!!!!! Agarrem-me!!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

"chefes" à moda antiga

Patrão fora, dia SANTO na loja!

Na verdade o trabalho é o mesmo, a questão é que sem o SENHOR por perto tudo corre de forma mais leve e animada.
Não fica nada descurado, o empenho é o mesmo, a motivaçao é que é diferente.

Porquê? Porque na verdade existem pouco lideres. Existem chefes, pessoas com sede de poder, excesso de autoridade e falta de humanidade. Pessoas em posições hierarquicas elevadas e sem uma unica celula capaz de motivar uma equipa...
Estes chefes à moda antiga, aqueles que se sentem de alguma forma reconfortados por saber que conseguiram que o funcionario ficasse mais 10 min depois da hora e sorriem interiormente com a ideia de que pouparam 10 minutos de dinheiro ou "sacaram" 10 minutos de borla, rentabilizando a cuasto zero o investimento mensal... sem sequer considerar que o funcionario se possa simplesmente ter atrasado por ter ido fumar 15 cigarros durante o expediente...

E é por isso que existe uma classe inteira de CHEFES - mas pouco - incompetentes, que não aportam NADA a uma empresa mas que por algum motivo obscuro e inexplicavel subiram e ocupam posições de poder.

São seres cuja mera presença silenciosa remove qualquer mtivação para produzir...
Seres que não parecem na verdade humanos...

Eu sempre fui adepta de trabalhar em multinacionais. Gosto pronto. Uma pessoa sabe ao que vai, sabe com o que conta. Numa multinacional uma pessoa é um numero, e como tal será smepre tartada como um numero. Numa pequena media empresa, toda a equipa sabe da vida pessoal  uns dos outros, e existem aqueles, que se aproveitam disso.
Por exemplo, sobrecarregar uma funcionaria de trabalho por saber uq eo marido está desempregado e tem 3 filhos para criar e precisa do emprego por isso NADA vai dizer... vai desempenhar o que lhe for exigido, contrariada, mas calada....e este tipo de situação reconforta este animais destes tacanho gestores... nunca sequer contemplando que à menor oportunidade (menor no sentido literal) esta funcionaria abandonará o barco sem remorso, culpa ou algo semelhante a sentido de lealdade...

E a mim....faz-me especie.... faz-me especie um ser humano que não sabe tratar outro como ser humano. Faz-me especie um ser humano aproveitar-se de outro assim, numa base de proximidade diaria, face-to-face...

Faz-me especie a quantidade enorme de pessoas mesquinhas e pequenas que ainda teimam em existir no mundo e sobretudo a sua incapacidade de empatia.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Cheira a esperança

Hoje o ar cheira a verão ....e o cheiro do verão enche-me de uma esperança renovada, palpitante!

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Hoje estou de luto por mim e por Portugal

Hoje a moral é baixa... nas lonas mesmo.... não que esteja triste de não ir brincar ao Carnaval, mas porque me sinto sozinha....e eu NUNCA me sinto sozinha.

Está quase tudo fechado. Aqui em Cascais à excepção das Finanças e da Camara Municipal, acho que só eu estou a trabalhar. A maioria do meus colegas, face ao utlimato do meu chefe, decidiu enfrentar a fera e nem aparecer... claro que são empresarios em nome individual e por isso...o maximo que ele pode fazer é despentea-los... já eu e as minhas colegas assalariadas... cá estamos caladas... tal e qual ovelhas do rebalho dele...

A reunião de vendas decorreu como se tivessemos os 25 da equipa normal e estavamos 6... e ele falou falou... ele gosta de se ouvir... e nós divagámos... estou certa que todos estavamos mentalmente em casa, ou a fazer a lista do pingo doce ou em countdown para sairmos dali para não sermos vistos até amanhã de manhã (os que podiam escapar...).

É deprimente... estar aqui a vender serviços num dia destes de sol...quando claramente ninguem em Cascais inteiro quer comprar porque estão a aproveitar o "feriado" que afinal nunca foi. Mas mais triste ainda é estar a almoçar sentada na minha secretaria... de frente para o computador na mesma cadeira que estarei sentada até às 19h... a saber que o namorado que está no Algarve há quatro dias com os amigos (e que eu deveria lá ter estado)... chega a meio da tarde...e eu só à hora de jantar posso abraça-lo... (esta pieguice toda? quase nem me reconheço...deve ser da crise...a minha taxa de basófia de ter sofrido cortes orçamentais).

Triste é ter todas as amigas a almoçar na esplanada da praia da linha ou da Costa da Caparica...a apanhar solinho, a fazer caminhadas no paredão.... e os amigos a surfar no guincho... aqui ao lado... e eu... aqui... a olhar pela janela com vista para o telhado do predio do outro lado da avenida...e pensar... "porra que há gente mesmo ruim"...

Mas tem de ser...afinal de contas são estes dias a mais em que nos encontramos extreamente motivados para fazer o país andar para a frente enquanto continuamos a pagar mais de 30% do rendimento em impostos, que farão "diferença" no PIB no fim do ano...

É que eu nem estou revoltada com a crise, nem com as medidas de auteridade...estou revoltada com tudo o que está a ser feito em nome destes palavrões, a ser usados e abusados como bode expiatorio de agendas particulares e/ou obscuras...

Eu naõ estou triste de ter 15€ (os ultimos da conta ordenado) na carteira até ao fim do mês, nem de por combustivel a 1,60€/lt com o cartão de credito... estou triste porque sempre dei tudo a este país, sempre trabalhei e estudei e paguei impostos atempadamente, e sempre vesti a camisola em todas as equipas de que fiz parte... e vejo que na verdade.. este país não é para velhos como eu... este pais é dos amorais, dos lobbies, das classes dirigentes...e na verdade a culpa é minha... e dos restantes de nós portugueses e dos nossos "brandos costumes"....

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Coisas que me fazem especie

Tenho pena e sobretudo ...algum desdém confesso, pelas pessoas que inventam tarefas  importantes a fazer no escritório para não ir para casa.
Ora todos sabemos que o trabalho é como as cerejas ...e na verdade ainda que tenhamos muito pouco que fazer, se quisermos há sempre o Outlook para organizar.

A mim o que me faz confusão são as pessoas que são miseraveis em casa, na sua vida pessoal, e como tal "act it out" na vida profissional... traduzindo livremente : "fazem-se de"....

Trabalho com algumas pessoas assim... tudo é motivo para reunião e para sair mais tarde e quem sai cedo ou a horas não trabalha. Não lhes passa pela cabeça que quem sai a horas é simplesmente mais eficaz e consegue no tempo estipulado terminas as suas tarefas... ou então passa mas como isso não lhe convém, fazem-se de grandes trabalhadores.

Posto isto dá-me dó, pessoas como o meu chefe que acha que "rentabiliza" melhor os empregados certificando-se que estão no escritorio aos raiar do sol e não saem nem 2 minutos antes...
O meu chefe é um tipo profundamente amargurado com a vida, e quanto amis amargo de boca tiver mais o universo lho devolve a triplicar.... mas ele aind anão percebeu... É um tipinho miseravel, mediocre em todos os aspectos sobretudo pessoalmente e como não gosta de estar em casa inventa trabalho... e eu penso.... o homem é BOSS, manda nisto tudo e contudo pica o ponto e não raros são so dias em que às 20h e 21h ainda cá está a inventar trabalho que ele não o tem ao calibre que gosta de transparecer...

O que me chateia é que a miseria adora companhia e então ele obriga todos aqueles cuja vida ultrapssa o perimetro desta empresa a estar nos horarios dele.... não ciente....alias como o resto da classe dirigente, que obriagar as pessoas  CONTRA VONTADE ( e esta é a palavra chave)  a trabalhar mais não é sinonimo nem de melhor nem tão pouco de produtividade...e como tal... temos o exemplo do carnaval...(e eu odeio o carnaval atenção).... ele acha mesmoq ue por obrigar as pessoas a vir trabalhar que elas vão produzir??!?! é que não vão. É como a meia hora adicional por dia.... as pessoas, como eu já tive oportunidade de comporvar, vendo-se obrigadas a trabalhar mais para ganhar o mesmo e pagar ainda mais impostos, têm intenções de passar essa meia hora, na casa de banho, no facebook ou a fumar um cigarro...mesmo os que não fumam!

Ora eu não entendo esta logica... juro....

SOS

Só vos digo...UMA PESSOA MORRE à espera que chegue o fim do dia, e da semana!

Dassssssssssssssssssssssssssssssssss
Sexta feira LONGA COM'Ó C******!

o fim do mundo em cuecas

É sexta feira....deveria estar com um sorriso nos labios e afazer planos que nunca cumpro para o fim de semana... mas não...estou a tentar não ceder ao negativismo... à tristeza e sobretudo ao medo da incerteza...

Pela primeira vez na vida olho para o horizonte e vejo o desemprego à espreita, sem dó nem piedade e de olhar furtivo... as pessoas dizem-me "à e tal és efectiva, vais para o fundo de desemprego"....
As pessoas não me conhcem e não compreendem o impacto que essa ideia tem em mim. Eu nunca esperei nada do nosso estado. Não uso a rede nacional de saude, nunca concorri a uma bolsa ou incentivo ou apoio.... sempre fui eu por mim, e na verdade sempre me orgulhei disso... e hoje penso: calma, tens o fundo de desemprego.... e esta afirmação ao invés de surtir um efeito apaziguador... aterroriza-me...é terrorismo psicologico...

O mercado de trabalho está pelas ruas da amargura e os poucos postos de trabalho disponiveis, são de areas muitos especificas ou então são preenchidos pelos "amigos dos amigos", ou ambos em simultaneo. Tudo o resto é lixo que anda a ser publicado.

E eu questiono-me se não seria mais feliz a servir à mesa por exemplo, do que neste corporate word que nada me diz nem me inpressiona...antes pelo contrario...cada vez que vejo alguém muito cheio de si mesmo por ser "empresário", "CEO", ou "tubarão" no "mundo nos negocios"....sinto pena... pois sei que perceberão o sentido da existencia tarde demais...

Contemplo abandonar tudo e fazer-me à estrada...mas para onde? Nem dinheiro para um bilhete de avião tenho.... podia muito bem ser feliz a vender côcos na praia em Bali...

BAH... nada disto me diz algo....
Também considero, já que não existem acasos, se tudo isto acontece para me forçar a toma ruma decisão e uma atitude que de outra forma não teria coragem de tomar...

Não sei...nem sei o que faça...concretamente sei que não tenho dinheiro que chegue ao fim do mês e que para o mês que vem nada será diferente...e os meses que ai vêm se adivinham iguais...

Mudar de carreira não é uma opção em Portugal, tens 34 anos e uma carreira numa determinada area, ninguem te recruta para outra area, a menos que se seja "amigo" de alguém...e eu infelizmente não conheço ninguem "influente" ou "bem relacionado"...

E sempre que este chorrilho de pensamentos me assalta.... apetece-me fugir porque na verdade não sei nem estou preparada para lidar com isto....

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Coisas à TUGA

Nas finanças:

CB: " após uma aquisição, o pedido de ACTULIZAÇÃO do IMI é automatico ou o proprietário deve solicitá-lo?"
Finanças: "Ora bem.... é assim... o proprietário é obrigado a faze-lo em 60 dias, contudo está a decorrer um processo global de actualizações"
CB: "então...se percebi bem, as finanças estão a proceder às actualizações mas se não perdirmos a actualização podemos receber uma coima?"
Finanças: "extacto. o que pode acontecer é que quando pede a actualização esta já esteja a decorrer. O problema (reparem bem nisto!!!) é que a legislação em vigor não anulou a vigencia da anterior.

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

Porque é que não explicam logo?!?!??! Andamos a dobrar caminho! E enquanto isso, vai pedir plantas originais à camara e licenças de utilização e perde a manha nas finanças a entregar o modelo 1 do IMI, para quê?!?!??! PARA NADA!

É caso para relembrar: O papel? Qual papel?! O papel!

São Valentim aos molhos

... Eu não sou adepta de S. Valentim... efectivamente o dia 14 de Fevereiro nunca me disse nada. Não em entendam mal, uma pessoa acaba por dar um beijinho a mais, a fazer um jantar mais romantico e até a oferecer e receber um presente... quanto ao significado da data? Para mim peanuts....

Isto é, até este ano...

Recebi ontem, com um ligeiro atraso logistico o meu presente de dia dos Namorados... e quando abri aquela pequena caixa sustive a respiração e o primeiro pensamento foi: que merd@! ...eu ofereci-lhe uma camisola...

É que este ano recebi um presente que nunca havia recebido, já o havia dado mas não recebido... e com dois meses de namoro, com um inicio MUITO conturbado...recebo... uma chave...a chave de casa do Pedro.

POis é.... recebi A chave...

Por esta não esperava...

Gostei. Adorei o gesto... mas isto pode muito bem conduzir-me a mais um ataque de panico... I'm just sayin'....

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Coisas levadas da breca...

"Olá amiga, desculpa não ter atendido o telefone... é o que meu filho esta semana já começou a comer solidos" ....

WTF?!??!?!

Vai trabalhar malandro!

Já aqui falei sobre este assunto, mas volto a repetir-me porque de facto aflige-me! Sinto-me melindrada!

Porque é que a Policia que até anda à caça à multa não multa esta cambada de indigentes arrumadores e pedintes!? Não há nada que mais me incomode do que estarem a qualquer momento a estender uma manapula a pedir dinheiro!
EPAH! Enquanto tive dei, agora não tenho! Dassss tou pobre! Mal tenho dinheiro para comer e pagar as contas! Agora moedinhas e ajuda para isto e para aquilo, e a mim?!?!?!? Quem me ajuda?!?!?

Vão trabalhar!
Esta manhã fui fazer uns exames ao centor de Cascais... e deparo-me não com um mas sim, dois arrumadores com vinte e picos anos a arrumar onde na verdade não faziam falta alguma... na mendicidade pura! EPAH! Vão trabalhar que a mim tambem me sai do pelo e só chega para me endividar!

Quando é que se vão capacitar que pedir dinheiro é ofensivo! Ponto! Não há outra forma de dize-lo! OFENDE-DE ! E sobretudo ofende quem trabalha!

in love!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Caras amigas,

Tenho a reportar, que estou melhor que nunca. Apaixonada e sobretudo grata pela sorte bestial de ter um tipo que me trata que nem uma princesa... embora já tenha moderado substancialmente as manifestações compulsivas dos seus sentimentos.

Ontem foi dia da São Valentim... nunca liguei a esta merd@ mas ontem, soube-me TÃO bem ter alguém ao meu lado, cozinhar um belo jantar, beber um belo vinho conversar noite dentro...e sim...até dormir acompanhada... é verdade... ajuda o facto de ele perceber que eu gosto de estar esparramada do meu lado à vontadinha... like a Boss! eheheheheh

Foi sobretudo genuinamente BOM, ter, pela primeira vez, alguém, realmente ao meu lado...
AInda não sei bem gerir isso...porque na verdade.... tem sido uma vida inteira de, mim por mim, mas eu chego lá com o tempo!

Numa outra nota: ESTOU COMPLETAMENTE E ABSOLUTAMENTE FALIDA....e não estou a ser drama queen... estou é a viver o drama do: não tenho dinheiro até ao fim do mês e aind aé dia 15!

BAH!

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O rescaldo

Estou de regresso. Não morri. Mas mais importante e para grande consolo de umas quantas amigas, não o matei, nem sequer o injuriei.... muito, isto é....

Estava quase convencida de que que isto seria o inicio do fim...mas felizmente nem foi.

Curiosamente quando está só comigo, é um tipo normal, é AQUELE tipo que me suscitou interesse! É aquele tipo estupidamente engraçado e com um humor que a mim me encanta...sempre ali entre a inteligencia suprema e o non-sense completo e absurdo.

E digo-vos caras amigas, foram 4 dias, ali a roçar o perfeito.

Começaram da pior forma... com uma enxaqueca matinal seguida de uma dor de barriga - esta é para a Kikas - de bradar aos ceus... mas ao fim de 3 ou 4 horas lá consegui entrar no carro sem pensar em vomitar...seguimos viagem rumo a sul... tive de lhe pedir algumas vezes que se lembrasse que eu estava mal disposta e com dor de cabeça...e por isso o Death Metal que ia a tocar no radio do carro...era dispensavel...

Digo-vos mais, se não tivesse sido este fim de semana, estou certa de que isto duraria no maximo, mais meia duzia de dias....( o tempo que eu demoraria a aferir se ele entraria em depressão suicida caso o deixasse)...

No caminho rumo a sul pensei para comigo: " FUCK! já que isto vai ser o descalabro, mais vale dizer-lhe tudo o que me incomoda"....e assim foi... moderadamente...uma coisa de cada vez... umas com mais substileza que outras- que a diplomacia não é o meu forte - ... e sabem o que descobri? O tipo até é um homem ponderado e inteligente debaixo daquela lamechice toda... ouviu-me, tomou notas... reclamou uma ou outra vez "nada do que eu faço está certo pah!".... mas foi-se ajustando... e já me percebeu. Aprendeu rapidamente a ler-me e quando crio distancia...ele respeita... e eu, para minha propria surpresa, estou aparvalhada com a capacidade de ajuste do menino. WELL DONE!

Foram 4 dias de sorrisos e gargalhadas. Muito frio, por isso soube muito bem dormir acompanhada - coisa que NÂO ADORO ...sim, já sei que sou freak! -. Partilharam-se refeições, petiscos, garrafas de vinhos, sonhos, opiniões, planos, medos, trufas de chocolate belga, ondas, surfadas, muitas fotos e sobretudo amor... mas amor equilibrado, sem exageros, sem dramas, uma coisa saudavel, agradavel, confortavel... momentos que deixaram saudade.

Não me interpretem mal que ele não mudou radicalmente...continua a questionar-me com uma voz muito melosa se tenho a certeza que não quero que ele me acompanhe à consulta de dermatologia de amanhã ou ao dentista na semana que vem....
Eu?!?!?!?! AHHAHAHAHAHAH.... ai.... eu? que vivo sozinha há 10 anos e não levo a minha mãe ao medico desde os 18....
Mas ...se ele fosse perfeito também naõ teria graça nenhuma...
Por enquanto está optimo...e eu ganhei com estes dias um balão de oxigenio para conseguir sorrir e responder afavelmente às suas, ainda algo recorrentes, demonstações excessivas de amor....ou de amor excessivo... não sei bem...

But all's well for now e por agora é suficiente.... o importante é estar em paz cá dentro, porque tudo o resto é facil conseguir.... e ele havia roubado a minha paz interior.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A titulo de desabafo

Ai Ai Ai Ai aiiiii

Hoje parto rumo ao sul do país acompanhada...

Estou receosa... acho que será daquelas mini escapadelas estilo penaltis.... para desempatar o jogo. Ou perco ou ganho....
4 dias sozinha no meio de nenhures com o Pedro, pode ser fantástico, mas há tanto potencial para ser dramático...

4 dias, quando por vezes mal consigo sobreviver ao fim de semana normal... ui....

Enfim.... Eu sei que sou uma aberração.... provavelmente a unica mulher com 34 (mas mais perto dos 35 anos) que conhece um tipo fantastico, cheio de piada e inteligencia, que quer casar e ter filhos, que manifesta repetidamente o amor que diz sentir e frisa constantemente o quão fantastica pensa que sou...e que não está NADA contente com esta situação...

I'm a FREAK.... I know.

A minha vida estava tão tranquila e bem talhada para a solteirice... era tudo tão mais facil e sobretudo simples quando estava sozinha... porque é que fui complicar??
Eu não nasci para casar... não entendo porquê, mas acho que não sou mariage material...é só isso... é que o pior é que não sou e percebo que nem quero ser... a vida é tão melhor assim, simples...

Eu gostava de ser mainstream.... a sério...seria mais facil explicar à familia aos amigos e aos Pedros deste mundo que me questionam repetidamente o porquê de uma pessoa tão "fantastica" ainda estar solteira.... e eu com toda a minha sinceridade digo: "porque tenho mau feitio" ...e. claro que eles nunca acreditam...

Mas a verdade é essa... eu sou, um bocado bicho do mato! Não gosto de lamechices, não gosto de mariquices, não gosto de demonstrações excessivas de desmesuradas de amor, não gosto de me sentir absorvida e/ou afogada pelos sentimentos da outra pessoa. Não gosto.

Diz a minha "comadre" psicologa de serviço: " ele está a transbordar de amor, precisa expressar-se" e eu penso: Porra! Quantas vezes eu já me senti transbordar de amor e me contive exactamente para não parecer dependente, carente  ou absorvente??
Eu acho que a isto se chama inteligencia emocioanl...há que aferir se a outra parte está preparada e é do genero de apreciar esse tipo de coisa...por norma os homens não o são e por isso sempre fui contida e já nem sei nem quero ser de outra forma... não há nada mais agoniante do que aqueles casais que vivem agrafados, comem e vão à casa de banho de mão dada - e sim...eu conheço pelo menos um casa que vai à wc de mão dada! -...eu gosto de equilibrio e tranquilidade não gosto nem quero nada intenso e afogueante! O amor para mim não é isso!

Se sou uma freak? Yes I am! But, I'm my own freak! And I like myself this way!

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!