terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O rescaldo

Estou de regresso. Não morri. Mas mais importante e para grande consolo de umas quantas amigas, não o matei, nem sequer o injuriei.... muito, isto é....

Estava quase convencida de que que isto seria o inicio do fim...mas felizmente nem foi.

Curiosamente quando está só comigo, é um tipo normal, é AQUELE tipo que me suscitou interesse! É aquele tipo estupidamente engraçado e com um humor que a mim me encanta...sempre ali entre a inteligencia suprema e o non-sense completo e absurdo.

E digo-vos caras amigas, foram 4 dias, ali a roçar o perfeito.

Começaram da pior forma... com uma enxaqueca matinal seguida de uma dor de barriga - esta é para a Kikas - de bradar aos ceus... mas ao fim de 3 ou 4 horas lá consegui entrar no carro sem pensar em vomitar...seguimos viagem rumo a sul... tive de lhe pedir algumas vezes que se lembrasse que eu estava mal disposta e com dor de cabeça...e por isso o Death Metal que ia a tocar no radio do carro...era dispensavel...

Digo-vos mais, se não tivesse sido este fim de semana, estou certa de que isto duraria no maximo, mais meia duzia de dias....( o tempo que eu demoraria a aferir se ele entraria em depressão suicida caso o deixasse)...

No caminho rumo a sul pensei para comigo: " FUCK! já que isto vai ser o descalabro, mais vale dizer-lhe tudo o que me incomoda"....e assim foi... moderadamente...uma coisa de cada vez... umas com mais substileza que outras- que a diplomacia não é o meu forte - ... e sabem o que descobri? O tipo até é um homem ponderado e inteligente debaixo daquela lamechice toda... ouviu-me, tomou notas... reclamou uma ou outra vez "nada do que eu faço está certo pah!".... mas foi-se ajustando... e já me percebeu. Aprendeu rapidamente a ler-me e quando crio distancia...ele respeita... e eu, para minha propria surpresa, estou aparvalhada com a capacidade de ajuste do menino. WELL DONE!

Foram 4 dias de sorrisos e gargalhadas. Muito frio, por isso soube muito bem dormir acompanhada - coisa que NÂO ADORO ...sim, já sei que sou freak! -. Partilharam-se refeições, petiscos, garrafas de vinhos, sonhos, opiniões, planos, medos, trufas de chocolate belga, ondas, surfadas, muitas fotos e sobretudo amor... mas amor equilibrado, sem exageros, sem dramas, uma coisa saudavel, agradavel, confortavel... momentos que deixaram saudade.

Não me interpretem mal que ele não mudou radicalmente...continua a questionar-me com uma voz muito melosa se tenho a certeza que não quero que ele me acompanhe à consulta de dermatologia de amanhã ou ao dentista na semana que vem....
Eu?!?!?!?! AHHAHAHAHAHAH.... ai.... eu? que vivo sozinha há 10 anos e não levo a minha mãe ao medico desde os 18....
Mas ...se ele fosse perfeito também naõ teria graça nenhuma...
Por enquanto está optimo...e eu ganhei com estes dias um balão de oxigenio para conseguir sorrir e responder afavelmente às suas, ainda algo recorrentes, demonstações excessivas de amor....ou de amor excessivo... não sei bem...

But all's well for now e por agora é suficiente.... o importante é estar em paz cá dentro, porque tudo o resto é facil conseguir.... e ele havia roubado a minha paz interior.

4 comentários:

  1. Fico contente que tenha corrido melhor que o esperado.
    Normalmente esses primeiros dias fora sozinhos, são sempre um tiro no escuro.

    Beijinho para ti :)

    ResponderEliminar
  2. Mas estás a recuperá-la aos poucos. Entrar em modo de cruzeiro numa relação é um desafio e pêras. E não confundir modo de cruzeiro com monotonia ou desleixo que se pode abater sobre um casal que se aconchega e acomoda....

    ResponderEliminar
  3. Vês?
    Afinal sempre existem homens quase perfeitos...
    Sendo assim...já sabes se encontrares um aqui para a mana virtual

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Estás a ver ???? não correu nada mal...quero ir acompanhando a tua história. GOOD LUCK !! PS - td odeio dormir acompanhada ahahah

    ResponderEliminar

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!