sábado, 4 de maio de 2013

Tempo é Amor

Este é um post dificil...

Há coisas na vida que por mais avisos, com a devida antecedência, que recebamos... nunca estamos efectivamente preparados para elas....

Ter o privilegio de saber de antemão o tempo que ainda nos resta para usufruir e desfrutar da companhia de outrem...é algo tão raro e precioso que não existem palavras nem números para quantificar o seu valor....

Saber que vou perder o meu pai... dá-me aquilo que todos desejamos após a partida de alguém ..TEMPO.

Tempo neste caso, traduz-se em amor....
Ter tempo para amar e dizer tudo aquilo que precisamos dizer antes que a pessoa parta... é um presente magnifico...

Mas confesso que, por muitas aspirações espirituais que tenha e por mais conhecimentos que possua....a verdade é NÃO estou preparada.... receber este deadline foi como um soco directamente na alma... seguido de um ataque de panico e de uma birra de me mandar pro chão espernear e gritar do fundo dos pulmões: NãO É JUSTO.

Pois não.... não é sinto-mpre roubada... ainda tinha tanta coisa que gostaria de fazer... e se já não for a tempo?? E se ele não compreender o que eu lhe quero dizer?? E se ele morrer sem saber o quanto o amo e o quão importante ele é pra mim?! E eu?? Quem toma conta de mim?? A quem telefonearei quando me sentir desprotegida? Sozinha? Perdida?? Ele é o meu porto de abrigo... ele é a minha segurança! E mesmo com 35 anos preciso dele tanto quanto precisava quando tinha 5 e caia da bicicleta...e se ele não souber disto???

E como é que eu lhe posso dizer isto tudo sem que ele saiba que eu sei??

Sem comentários:

Enviar um comentário

Lovelly, but not for me!

Lovelly, but not for me!